segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

PLACAS

Não liguem ao que está em primeiro plano, é apenas o famoso JPunk a tapar o Sol com as mãos.
Atrás dele, o que interessa.
A placa a assinalar o autor da obra (Casa de Chá da Boa Nova) e também a remodelação empreendida no tempo em que o presidente da câmara era Narciso Miranda (o que parece ter sido já há muitos séculos...).
É tempo de Matosinhos acabar com estas coisas. De tirar as placas de circulação. Poluem a paisagem, conspurcam os monumentos. E relegam para plano secundário o meu principal amigo.
Não está bem.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

LUÍSA SALGUEIRO SEMPRE NA BRECHA

sábado, 18 de dezembro de 2010

MAIS UM ARTIGO DE JOSÉ MODESTO

DO FUTEBOL PARA O FUTEBOL

Esta semana os Matosinhenses e os Leceiros, ficaram a saber que a CMM iria adquirir os seus estádios.
O estádio do Leixões e o estádio do Leça Futebol Clube. Até aqui nada de novo, o que me surpreende é
que quase todos os clubes devem dinheiro ao fisco…porquê?
Como Leceiro e amante do desporto até posso concordar com a medida, já que durante anos a CMM esteve
na actual SAD do Leixões, quando nunca deveria estar, beneficiando assim um clube em detrimento dos outros.
Quando os clubes da nossa cidade não ofereceram a capacidade de gestão necessária, e como consequência,
não conseguiram suportar a propriedade de infra-estruturas publicas, como foi o caso destes dois clubes,
penso que é correcta e legitima a iniciativa pública de adquirir estas propriedades em substituição dos erros que durante anos
pareceu existir nestes dois clubes.
Estando em causa propriedades construídas com recursos colectivos (sócios) e encontrando-se os processos a serem executados
fiscalmente (fisco), no caso para pagarem responsabilidades de impostos que não puderam ser satisfeitos, não fará por isso sentido,
uma outra escolha senão esta que a CMM pensa tomar.
Em consequência dos referidos propriedade construída com recursos colectivos, que se encontra a ser executada fiscalmente, no caso para pagar responsabilidades de impostos que não puderam ser satisfeitos. Não fará por isso sentido, até, outra escolha. Mas, em consequência desta iniciativa, não deverá ocorrer nenhum tipo de interferência interna, do ente público, sobre o/s ente/s associativo/s privado/s.espaços serem municipalizados e depois cedidos aos clubes, não deverá ocorrer nenhum tipo de
Interferência interna, do ente publico, sobre os ente associativos privados.
Devendo somente existir a regulamentação da utilização destas duas infra-estruturas de forma a se promoverem objectivos de justiça e
equidade do seu usufruto, pelas populações.

É uma falta de responsabilidade esperarmos que alguém faça as coisas por nós, por eles , obviamente que não fazemos
o que queremos, mas também somos responsáveis pelo que fazemos, por aquilo que estes clubes fazem.

A maneira de ajudar os outros é provar-lhes que eles são capazes de pensar de agir, o Leixões e o Leça Futebol Clube
devem de ter esse papel de agir de uma forma altruísta e que essa forma nunca seja exagerada sob a responsabilidade dos mesmos se
desmoronarem…
A atenção terá que ser redobrada, já que apesar de eu não ser sócio de nenhum dos clubes, não posso e nem devo estar á margem do que se passou.
Cada Um, Todos nós, somos responsáveis…eles os clubes também o são

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

NOVO MONUMENTO EM MATOSINHOS


PdL sabe que a autarquia matosinhense encomendou uma estátua igual a esta para colocar no lugar da Anémona, que será transplantada para o lugar mais obscuro da freguesia de Custóias.
Como todos já perceberam, o monumento será uma homenagem ao dux que governou Matosinhos durante quase 30 anos, baptizado de "Lenine" pelo famoso António Tavares.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

MODÉSTIA À PARTE


NUM RIGOROSO EXCLUSIVO MUNDIAL, PdL PUBLICA A ÚLTIMA INTERVENÇÃO DO HERMENEUTA JOSÉ MODESTO NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE MATOSINHOS:


HOJE VOU FALAR DE DESPORTO…E NÃO VOU DAR ALERTAS,
VOU SIMPLESMENTE DIZER: ESTÁ A VALER A PENA.

O DESPORTO EM QUALQUER PAÍS OU CIDADE NO MUNDO,
APROXIMA OS CIDADÃOS.

CONTRA FACTOS, NÃO EXISTEM ARGUMENTOS

COM ESTA EXPRESSÃO, TIREI TODAS AS DÚVIDAS QUE
TINHA EM MIM SOBRE O CANDIDATO ELEITO PELO PSD DE
MATOSINHOS, O ACTUAL VEREADOR DO DESPORTO DR.JOSÉ
GUILHERME AGUIAR.
AS MINHAS DESCULPAS POR NÃO TER ACREDITADO.

VOLVIDOS UM ANO E 25 DIAS DAS ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS, E
APESAR DO ESFORÇO ORÇAMENTAL QUE O ACTUAL GOVERNO
IMPÔS ÀS AUTARQUIAS, CONGRATULO-ME, MELHOR DIZENDO
CONGRATULAMO-NOS COM O EXCELENTE TRABALHO QUE ESTÁ
A SER FEITO EM PROL DO DESPORTO NA NOSSA CIDADE.

PARTINDO DA IDEIA DE QUE OS CIDADÃOS SÃO PARTE ACTIVA
DA SUA CIDADE, NA SEMANA PASSADA TIVE A OPORTUNIDADE
DE VISITAR AS OBRAS DESPORTIVAS QUE ESTÃO EM CURSO,
FIQUEI REALMENTE ESTUPEFACTO COM AS REFERIDAS OBRAS
E A VELOCIDADE COM QUE AS MESMAS SE ESTÃO A REALIZAR.

A REMODELAÇÃO DO PAVILHÃO MUNICIPAL DA BIQUINHA

A REMODELAÇÃO DO PAVILHÃO MUNICIPAL DE CUSTOIAS

A CONSTRUÇÃO INICIAL DO CAMPO DO ALDEIA NOVA EM
PERAFITA.

A REMODELAÇÃO DO POLIDESPORTIVO DO BAIRRO DOS
PESCADORES

A REMODELAÇÃO DO COMPLEXO DESPORTIVO DA BATERIA EM
LEÇA DA PALMEIRA.

A REMODELAÇÃO DO CAMPO DOS LUSITANOS EM STA.CRUZ DO
BISPO.

A REMODELAÇÃO DO CAMPO DA ARROTEIA EM S.MAMEDE
INFESTA.

NÃO TENHO DÚVIDAS DO RESULTADO FINAL DAS
MESMAS…AFINAL>>>>
MATOSINHOS MERECE
NÃO TENHO DÚVIDAS DO RESULTADO FINAL DAS MESMAS AO
EXECUTIVO, AO SEU VEREADOR: PARABÉNS OS MATOSINHENSES
MERECEM.
TERMINO ESTA MINHA INTERVENÇÃO COM UMA OBSERVAÇÃO:
AQUELES QUE NÃO ACREDITAM E QUE CONSTANTEMENTE
PASSAM A VIDA A CRITICAR O PSD DO MESMO COLABORAR COM
A POLITICA DESTA CÂMARA, ( E VEJO AQUI ALGUNS) DOU O
SEGUINTE CONSELHO:VISITEM, VEJAM COM OS VOSSOS PRÓPRIOS
OLHOS...AFINAL MATOSINHOS MERECE.
UMA BOA NOITE A TODOSNÃO TENHO DÚVIDAS DO RESULTADO FINAL
DAS MESMAS AO EXECUTIVO, AO SEU VEREADOR: PARABÉNS OS
MATOSINHENSES MERECEM.
TERMINO ESTA MINHA INTERVENÇÃO COM UMA OBSERVAÇÃO:
AQUELES QUE NÃO ACREDITAM E QUE CONSTANTEMENTE
PASSAM A VIDA A CRITICAR O PSD DO MESMO COLABORAR COM
A POLITICA DESTA CÂMARA, ( E VEJO AQUI ALGUNS) DOU O
SEGUINTE CONSELHO:VISITEM, VEJAM COM OS VOSSOS PRÓPRIOS
OLHOS...AFINAL MATOSINHOS MERECE.
UMA BOA NOITE A TODOS
TERMINO ESTA MINHA INTERVENÇÃO COM UMA OBSERVAÇÃO:

AQUELES QUE NÃO ACREDITAM E QUE CONSTANTEMENTE
PASSAM A VIDA A CRITICAR O PSD DO MESMO COLABORA COM
A POLITICA SEGUIDA DESTA CÂMARA,( E VEJO AQUI ALGUNS..)
DOU O SEGUINTE CONSELHO:
VISITEM, VEJAM COM OS VOSSOS PRÓPRIOS OLHOS...FINAL
MATOSINHOS MERECE.

BOA NOITE A TODOS E ATÉ Á PRÓXIMA

NÃO TENHO DÚVIDAS DO RESULTADO FINAL DAS MESMAS AO
EXECUTIVO, AO SEU VEREADOR: PARABÉNS OS MATOSINHENSES
MERECEM.
TERMINO ESTA MINHA INTERVENÇÃO COM UMA OBSERVAÇÃO:
AQUELES QUE NÃO ACREDITAM E QUE CONSTANTEMENTE
PASSAM A VIDA A CRITICAR O PSD DO MESMO COLABORAR COM
A POLITICA DESTA CÂMARA, ( E VEJO AQUI ALGUNS) DOU O
SEGUINTE CONSELHO:VISITEM, VEJAM COM OS VOSSOS PRÓPRIOS
OLHOS...AFINAL MATOSINHOS MERECE.
UMA BOA NOITE A TODOS

domingo, 28 de novembro de 2010

A CRISE CHEGOU AO CLUBE DO PESSOAL



CLICK PARA AUMENTAR

FOZ CÔA


Para além da neblina, o caminho continua.
A arte paleolítica do Côa musealizada com excelência.
Os painéis com gravuras já ultrapassam as mil unidades.
São três horas de caminho desde o Porto (com muito para ver pelo meio).
8.50 euros custa a entrada, com mais 3 euros pode visitar-se o núcleo da Penascosa.
Acreditem, vale a pena.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

UMA EMPRESA DE EXCELÊNCIA

No passado fim-de-semana tive o prazer de (re)conhecer Vítor Fonseca, um dos sócios da empresa de Arqueologia e Património, sedeada em Santa Cruz do Bispo, na Rua do Chouso. Por acaso até foi o Vítor que me reconheceu pois era amigo dos meus irmãos e frequentava a nossa velha casa da rua 1.º de Maio (ex-28 de Maio). Trata-se de uma empresa muito bem estruturada, arrojada e que se pode considerar de ponta na sua área. É sempre bom sermos surpreendidos por este tipo de iniciativas sobretudo quando as mesmas operam numa área do nosso agrado e com a nossa gente. Parabéns, Vítor.

sábado, 6 de novembro de 2010

PEDRO SOUSA FAZ BALANÇO

Já tinha percebido que Pedro Sousa, o jovem presidente da junta de freguesia de Leça da Palmeira, é todo pelas novas tecnologias, gravando mesmo as assembleias de freguesia e só nas as transmitindo em directo porque coincide com o horário das novelas da TVI. Eis que me chegou à caixa postal este vídeo de balanço de quem cuida dos "filhos da igreja", ou seja, os fregueses.

A gerência agradece e lamenta o atraso mas o vídeo foi por engano para a lixeira.

VIAGEM NA MINHA TERRA

Na passada sexta-feira tive o privilégio de passar a tarde e um bocado da noite com o meu amigo-irmão Jorge Punk. Começámos na "Margarida" e fomos a seguir beber um scotch à casa-de-chá da Boa Nova, ainda na companhia do Jorge Reis. Até aqui nada de estranho, tirando o facto de o Punk nunca ter entrado no bar-restaurante que é monumento nacional e cuja classificação terá de ser revista depois de registada a sua presença no local. Como o "Cabazinho" tem sempre agenda, seguimos apenas os dois rumo a Angeiras, para um PO à maneira e duas canecas. E foi aí que demos de caras com o senhor José António, que vive num barraquito ali junto à praia. O antigo construtor naval abancou ao nosso lado e a conversa fluiu, até que lhe perguntei:
- Diga lá, o que é que faz hoje na vida?
A resposta:
- Bebo vinho.
Este nirvana não é para qualquer um. Também eu gostava de poder dizer que a minha profissão é beber vinho, apanhar sol e dar duas de letras num cenário magnífico.
Seguimos para o chamado Bar da Olga, junto à biblioteca de Matosinhos, para um encontro com dois amigos. A meio do mesmo apareceu, de Super Bock na mão, o Guilherme. Este não bebe vinho - bebe cerveja. Ainda lhe sinto o bafo.
Siga a marinha rumo ao Tubarão, ali junto à lota, provavelmente o melhor tasco do mundo onde se podem comer sardinhas e lulas assadas. Foram-se as travessas, o Punk ainda ficou com uma lagrimazita no olho, chegou a Eugénia ainda a tempo de comer as suas sardinhas mas já sem hipóteses de provar o verde "Miguel Ângelo", e é por aí que entra no restaurante um famoso médico de Matosinhos amante de sado-masoquismo. Dando sinais de ter sido baleado, sentou-se na mesa ao lado a ler um livro em inglês de poesia. Foi aí que se fez um click. Com a excepção das duas primeiras etapas, nas restantes três sempre que nos sentamos fomos surpreendidos pela aparição de um amante de Baco.

Matosinhos é, de facto, diferente. Um mundo à parte.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

DANIEL SÁ


Um matosinhense que faz pela vida e um leixonense que - eu vi - teve a coragem de apoiar a sua equipa no Estádio D. Afonso Henriques.

OS MENINOS À VOLTA DA MAMÃ

Finalmente fui ao "Nery". Para ver a peça do ARAL "Os Meninos à volta da Mamã", uma encenação de João Lourival. A minha miúda adorou e eu também. Comédia ligeira mas muito divertida, com uma grande performance de João Lourival Júnior, muito bem acompanhado por Nuno Silva, Cristina Parafita, Carolina Ribeiro, Pedro Lourival, Vera Lúcia Neto, Isabel Sousa e Joaquim Silva. O teatro está um espectáculo, o espectáculo estava teatral.
Parabéns a todos.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

ESMOLINHAS

Há um percurso na SCUT a que chamam A41/42 que custa 10 míseros cêntimos, é no sétimo pórtico a contar de Matosinhos. O pormenor se não fosse macabro era delicioso. O glutão Estado nem uma migalha pode dispensar, depois de anos de desperdício a encher a mula. Paga o cidadão. Mas, vá lá, desta vez há um sinal de aviso: o "piiiiiiiii" da Via Verde, sempre que passamos num pórtico, a dizer-nos "morcão, não te esqueças desta vez de penalizar quem não te sabe governar".

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

À NOITE NO MUSEU

Esta noite ia para casa quando me lembrei de que era noite de visitar o museu da Quinta de Santiago tendo como guia o mordomo Baptista.
Uma vez por mês, sempre à quinta-feira, se calhar com um interregno nos meses de Inverso, Joel Cleto liga a máquina do tempo e faz-nos recuar cem anos, dando-nos a conhecer os cantos da casa dos Santiago Carvalho, a família nobre que escolheu a margem direita da foz Leça como seu campo de sonhos.
Quem me conhece sabe que há muito tempo que aprecio o trabalho que o "nosso arqueólogo" tem feito por Matosinhos e pelos matosinhenses. Mas a verdade é que não conhecia este seu jeito para a representação de um papel.
Os 80 minutos que durou a viagem nocturna pela casa dos Santiagos passaram depressa, com o bónus proporcionado pela exposição de alguns dos melhores trabalhos de Augusto Gomes, que por sí só justificam uma visita durante o horário normal do museu.
São coisas assim que nos reconfortam e reconciliam com o serviço público, quando este nos é prestado com sabedoria, dedicação e verdadeiro empenho, não deixando morrer o nosso melhor património: a memória.

Obrigado, Baptista!

SCUTEM O SILÊNCIO

A partir das zero horas de hoje a indignidade abateu-se sobre Matosinhos.
Passamos a pagar as nossas deslocações periféricas dentro do concelho (para Custóias, S. Mamede e Leça do Balio) sem que um só deputado "eleito" por Matosinhos tenha levantado a voz ou ousado sequer falar do assunto. O presidente da câmara anda também desaparecido deste combate, melhor, está do outro lado da trincheira. Este silêncio dos "nossos" políticos é ensurdecedor, gritando-nos aos ouvidos a inutilidade de um sistema que elege políticos e não representantes do povo. Já sabia que a democracia tinha muitos buracos, confirma-se agora que nem um buraco merece ser chamada.

Que vergonha!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

MONTEDOURO


No lugar de Montedouro, sítio provável de ocupação antiga, subsiste o único núcleo de sepulturas medievais rupestres do concelho de Matosinhos. O local está sinalizado razoavelmente em Perafita mas as cinco sepulturas continuam ao Deus-dará, estando uma delas (imagem 2) num caminho de pé posto, junto a um charco cheio de óleos e lixo. A sepultura "principal" destaca-se não apenas devido à sua localização mas também devido ao seu contorno artístico. Muitos matosinhenses não conhecem este lugar onde se respira história, e de onde se desfruta um fantástico panorama, e que merecia outro tipo de divulgação e também outro tipo de cuidado. Mas, já se sabe, o dinheiro faz muito mais falta nos bairros dos mitras.

VERGONHA

De que servem conferências de Imprensa e mais blá-blá sobre ambiente quando em Matosinhos continuam a ocorrer lixeiras a céu aberto paredes-meias com residências e com o único núcleo de sepulturas medievais rupestres do concelho?
Acontece em Montedouro, Perafita.

domingo, 10 de outubro de 2010

terça-feira, 5 de outubro de 2010

INUTILIDADES

O presidente da câmara e a vereadora do ambiente fizeram uma conferência de Imprensa a propósito do balanço...da época balnear. A próxima, imagino, será sobre a migração das rolas. São inutilidades deste tipo que nos fazem pensar que o poder local não passa de folclore. Já todos sabemos a câmara, após anos de inércia, fez um grande esforço no sentido de qualificar as nossas praias, copiando o que outros já fizeram se calhar sem tanto alarido, mas não queremos saber manifestamente se este ano foram feitos mais salvamentos que no ano passado ou se as águas estão próprias para banhos depois de tomados os mesmos banhos. As 303 ocorrências registadas, com a subjectivade que se adivinha, na época balnear de 2009 foram comparadas com as 32 deste ano, aqui se incluíndo ainda o aparecimento de cadáveres de animais - 7 em 2009, nenhum este ano. Já todos sabemos que as nossas praias estão melhores, não havia necessidade nenhuma de promover o produto. Mas, infelizmente, os nossos políticos continuam convencidos que governam estúpidos. Se calhar têm razão.

domingo, 3 de outubro de 2010

ELEIÇÕES

Esta semana, aqui no café onde costumo abancar, falava com os meus amigos da rua de eleições. Mais uma vez forcei a nota e defendi uma tese de há muito que passa por apenas conceder o direito de voto a quem paga impostos, tirando esse direito a quem nunca se colectou ou àqueles que de alguma forma ludibriaram o Estado e feriram os cidadãos, tendo sido condenados por isso. Sei que é uma tese muito radical e completamente fora de modo nestes tempos liberais mas se repararem bem na hoje muito festejada 1.ª República o direito de votar era um direito de uma elite, dela estando afastadas as mulheres e os analfabetos, entre outros. Vão já começar a dizer que sou um pedante e peras mas, se me permitirem, vou tentar fundamentar o meu pensamento: numa empresa só votam os accionistas e nem todos. Ou seja, quem investe e quem arrisca. Quem ganha e quem perde. Sendo assim, os 700 mil assalariados da função pública também não deviam votar. Estão envolvidos de alguma forma, estão conotados com os poderes, estão contaminados... Provavelmente não me fiz entender mas confesso que me custa participar nesta solenidade na qual até atrasados mentais podem votar.

sábado, 2 de outubro de 2010

EXPOSIÇÃO


Inaugura hoje, sábado, 2 de Outubro, no bar "Ai Quem Me Dera", em Leça da Palmeira, à rua dos Dois Amigos. Sérgio Aires, um artista matosinhense, põe quase tudo a nu.

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

BELOS VELEIROS

Mais um contributo de José Modesto sobre o movimento portuário em Leixões. Dois belos veleiros atracados no cais Norte: o Sorlandet, de 57 metros, e o Alva, de 52.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

FEIRA MEDIEVAL

A feira medieval de Leça do Balio foi mais uma vez um grande sucesso. Sucesso, bem entendido, no sentido castelhano de acontecimento. Ou seja, foi um grande acontecimento, com grande participação de público, excelentes momentos cénicos de recriação, bons petiscos e convívio. Não sei quanto custa isto nem me interessa embora me digam que até nem é muito se tivermos em conta os patrocínios conseguidos. O que sei é que é assim que se trabalha na área da cultura, é assim que se recupera o passado e é assim que se aproveita o património edificado. Pena é que o dono da chave do mosteiro continue impunemente a criar obstáculos a este GRANDE ACONTECIMENTO aqui retratado magnificamente por FRANCISCO TEIXEIRA, um artista matosinhense que tem de ser rapidamente reconhecido através de uma mostra dos seus trabalhos ou de uma edição.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

LA NAVE VA


A doca vista da janela do meu carro, na imobilidade possível de quem passa na Ponte Móvel de Leixões, correndo não se sabe para onde, se calhar para sítio nenhum, deixando para trás o sonho de entrar num paquete e de rumar a um fiorde longe do mundo.
Nem de propósito, o JN de hoje, assumindo-se em definitivo como um jornal paroquiano, dedica uma página ao vandalismo que assola a ponte depois da desmobilização dos seguranças que por ali andavam:
"Inaugurada há três anos e galardoada internacionalmente, a ponte móvel de Matosinhos está tomada pela sujidade. Há painéis de acrílico partidos e os elevadores são usados como quarto de banho. Os utentes protestam. A APDL diz que vai reforçar a fiscalização."
Ora, todos sabemos que os portugueses passam-se quando abandonam o ambiente caseiro e fazem do espaço público o que um porco não consegue fazer da sua pocilga. Sendo que para ajudar alguns meninos com graves problemas existenciais desatam aos pontapés a vidros, caixotes do lixo e a todo o tipo de mobiliário urbano pensando que estão a exorcizar os fantasmas que habitam nas respectivas casas. É um fenómeno de catarse que se regista. Temos o espaço público que temos, no estado em que está, porque somos, no geral, um povo acívico e desequilibrado mentalmente.

domingo, 26 de setembro de 2010

CRIME, DIGO EU


"De um modo geral, a qualidade ar na região onde se insere o Projecto, de acordo
com os trabalhos de campo e bibliografia consultada, poder-se-á classificar como
média, sendo de salientar que o poluente atmosférico mais vezes responsável por
esta classificação são as emissões de partículas (PM).
Outros aspectos também importantes, são os fenómenos episódicos de SO2 e NO2
que se registam nesta região. É também de destacar, pela negativa, que a ocorrência
de dias com uma qualidade do ar classificada como Muito Boa é inferior aos dias em
que a mesma classificação aponta para uma classificação de Má qualidade.
Os principais contribuintes com poluentes atmosféricos nesta região, são as
industrias, o Aeroporto Francisco Sá Carneiro e o tráfego automóvel."


Estudo da GALP, em 2002, sobre a zona Norte (em relação à Petrogal) do concelho de Matosinhos.


Obviamente, dispensa comentários...

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

OUTONO

Uma magnífica foto de Luís Vieira, jornalista do Record, a abrir o Outono na praia de Leça da Palmeira. Regalem-se.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

PARA VER



Um estudo muito interessante sobre Matosinhos e Leça da Palmeira:

BOLETIM "MARÉ" N.º 78


O Núcleo de Amigos dos Pescadores de Matosinhos continua a prestar um grande serviço comunitário ao editar o boletim "Maré", disponibilizado em várias sítios sobretudo de Matosinhos - na biblioteca pública e, por exemplo, na padaria Leal (avenida Serpa Pinto). O último número (o 78) abre com a história de António Rodrigues Pinto Pinhal Júnior, um dos grandes industriais das conservas de peixe, nascido a 21 de Novembro de 1916. A fábrica de conversas com o nome de família(a Pinhais), que ainda hoje labora, sendo a única a aplicar o método tradicional e dedicando quase toda a sua produção à exportação, foi fundada em 1926 e ampliada em 1945. Pinhal Júnior foi um dos impulsionadores do movimento "Tostão por cabaz de sardinha" que tanto contribuiu para a construção da nova capela de Santo Amaro e do Estádio do Mar. Hoje, com 87 anos de idade, trabalhando na fábrica desde os 20, este industrial e benemérito matosinhense entende que a cidade merece um museu que conte a grandeza do concelho nesta área. Pode ser que em breve tal seja possível...
Ainda neste último número de "Maré" conta-se a história de Carlos Santos Filipe Reis, mais conhecido por Carlos Facas. Apresentado como "um homem de luta". Facas abraçou causas sindicais e chegou a despejar todo o peixe que um pescador queria vender em tempo de greve.
As centrais são dedicadas ao passeio a Peniche e a Serra d'El-Rei dos amigos do núcleo, onde não faltou uma incursão ao imaginário do Mártir São Sebastião.

Vá lá, não custa nada. Procure o "Maré" e entre na onda.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

SEXTA-FEIRA, NO BALIO DE LEÇA

Junta de Freguesia da Vila de Leça do Balio vai levar a efeito, dia 24 de Setembro às 21,30 horas, um Debate sobre Políticas Desportivas e Ensino, no Centro Cultural de Leça do Balio (frente ao Mosteiro) onde participarão de entre outras, as seguintes individualidades ligadas ao Desporto e Ensino:

- O Presidente da Junta de Freguesia, Francisco Araújo, que moderará o debate;

- Engº Paulo Paraty, monitor da Federação Portuguesa de Futebol;

- Prof. Dr. Jorge Silvério da Universidade do Minho;

- Mestre José Neto; Professor Universitáio do ISMAI

- Dr. José Guilherme Aguiar, Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Matosinhos;

- Dr. Correia Pinto, Vereador do Ensino da Câmara Municipal de Matosinhos.

Bora lá, malta.

sábado, 18 de setembro de 2010

VELOCIDADE DE CRUZEIRO



Esta semana atracaram em Leixões pelo menos três navios de cruzeiro - dois eles aqui captados pela objectiva do inevitável JOSÉ MODESTO -, assim se provando que este é um porto também excelente para navios de turismo. Só é pena que fiquem cá pouco tempo e que os turistas sejam encaminhados para as caves do vinho do Porto. Há algum trabalho para fazer nesta área pois o potencial está todo aí. No fundo, a Leixões não atraca apenas estilha...

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

DUX DE LUX


Ostracizado ou mexilhonizado pelo Partido Socialista, de que foi um dos promotores nos quentes anos pós-PREC, Narciso Miranda vê-se hoje aprisionado num T 1 de um bairro social felizmente com vista para o mar. Ei-lo no intervalo do estrujido de punho erguido enquanto ao fundo a burguesia socialista invade o jardim de um condomínio e monta o cenário de crise com o engenheiro virtual no meio, na rentrée do partido que está de saída de poder. Todos sabem que sempre admirei o nosso dux e é por coisas assim que continuo a gostar dele, o que me vai custando um ou outro dissabor do poder estabelecido. Mas tenho a certeza que esta é a minha sina. Fica aqui o registo de mais uma acção de campanha de quem é um resistente. Quando pensarem que o homem já era, muito cuidado! Este é realmente o animal feroz da nossa política de trazer por casa.

sábado, 11 de setembro de 2010

HOSPITALÁRIOS

Como sou um tipo nitidamente azarado, fui à feira medieval de Leça do Balio e encontrei-me com o presidente Pinto e com o vereador Rocha mas não vi a bela deputada socialista (Luísa Salgueiro). Pelos vistos alguém teve mais sorte e apanhou o trio durante a ceia medieval do programa da (bonita) festa. Como dá para ver, o presidente já despachou tudo o que tinha a despachar, só deixou mesmo prato de pão, enquanto Fernando Rocha parece surpreendido com o fotógrafo. Quem seria ele? PdL deixa algumas hipóteses:
- O dux.
- Pinto da Costa.
- Juca Magalhães
- Nuno Álvares Pereira
- José Modesto.

Fica à vossa consideração.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

PIOR A EMENDA...


Não sei o que era pior.
Se o vulcão de estilha.
Se a barreira de contentores.

ASSEMBLEIA DE LEÇA

O meu amigo José Modesto costuma empurrar-me para as assembleias de freguesia de Leça da Palmeira e mais uma vez conseguiu convencer-me. Ali chegado, não arranjei lugar na sala e tive de me alapar numa cadeirinha do hall, ainda a tempo de ouvir as intervenções dos fregueses, entre as quais a habitual palestra do Modesto. Entretanto, não sei como, o meu telemóvel passou para o modo de fotografia e a minha mão tremeu quando um dos membros da assembleia de freguesia se levantou. Quando o inévitável Monteiro da Mota (?) começou a falar, desci alguns degraus, na proporção do aumento dos decibéis e espantei-me com os computadores Apple da zona de atendimento ao público, com um deles a transmitir em directo o que se passava no andar de cima. Fiquei, portanto, ali alguns minutos com a imagem plasmada e o som ao vivo do senhor Mota, posto o que fui à vidinha, cumprimentei o sem afável Pinto Lobão e hoje ao verificar as imagens da câmara fotográfica do meu Nokia eis-me surpreendido com esta diáfana imagem de uma ninfa emergindo da assembleia do povo.
Como vêem, mesmo numa simples assembleia de freguesia podemos ser agradavelmente surpreendidos. Pela tecnologia dos homens e pela tecnologia de Deus.
Ámen.

A PONTE

É um ritual que não dispenso: parar o carro na ponte móvel, ver os tabuleiros a subir, esperar pelo barco que vai para algures, fumar um cigarro, absorver o ambiente Blade Runner, passar em fim para a outra margem. É um ritual de passagem que acaba por estar no nosso código genético, mesmo quando não nascemos por aqui mas em Barroselas ou em Cinfães do Douro.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

O CIRCO E OS PALHAÇOS


Estão bem uns para os outros.


ps - a tal picardia entre xuxas e laranjinhas no comício do tanguista.

BOA NOVA






Na praia lá da Boa Nova, um dia


Edifiquei (foi esse o grande mal)


Alto castelo, o que é a fantasia


Todo de lápis-lazúli e coral!




Naquelas redondezas não havia


Quem se gabasse dum domingo igual:


Oh Castelo tão alto! parecia


O território dum Senhor feudal!




Um dia (não sei quando, nem sei donde)


Um vento seco de Deserto e spleen


Deitou por terra, ao pó que tudo esconde




O meu condado, o meu condado, sim!


Portque eu já fui um poderoso Conde,


Naquela idade em que se é conde assim...




António Nobre, 1887




PS - Onde se lê conde deve ler-se dux


domingo, 5 de setembro de 2010

O COMÍCIO

Os boys do PS bem se fartam de esgalhar para passar ao país aquela imagem dinâmica de um líder empolgante, sexy e cínico como o povo gosta. De vez em quando, a guarda baixa e possibilita-nos imagens como esta, relativa ao comício da rentrée em Matosinhos. Ou seja, um Sócrates a roer as unhas, um Guilherme Pinto sorumbático, um Almeida Santos sempre ambalsamado e um Xico Assis a fazer alongamentos. A passadeira de vermelha, essa, já todos sabemos, é só um adereço.

sábado, 4 de setembro de 2010

SICÁRIOS


No seu afã normal, preso ainda ao fascínio decadente do dux, o JN de hoje levanta as parangonas para gritar que a instalação da SIC no antigo matadouro vai custar dois milhões de euros à autarquia. Pouco interessa que esse investimento seja recuperável em pouco mais de uma dezenas de anos em rendas ou que Matosinhos tenha conseguido atrair a Impresa - que não é só a SIC - para Matosinhos, ou seja, colocando aí mais de uma centenas de trabalhadores todos os dias perto do nosso comércio e da nossa restauração. Fez bem Guilherme Pinto em atrair esta grande empresa de comunicação social para a cidade de Matosinhos, ajudando a requalificar uma zona - Matosinhos Sul - que bem precisa de ser rematada em beleza. Quanto aos energúmenos do costume, ou cospem por raiva, ou escarram por despeito ou então apenas obram a merda do costume.

HIC!

Esta contaram-me hoje no comício da rentreé do PS em Matosinhos:

Um bêbado estava a passar por um rio, quando viu um grupo de evangélicos a orar e a cantar. Resolveu perguntar:
- O que se está a passar... hic... aqui?
- Estamos a fazer um baptismo nas Águas. Você também deseja encontrar o Senhor?
- Hic... Eu quero, sim...

Os evangélicos vestiram o bêbado com uma roupa branca e levaram-no para a fila.
Numa margem do rio estava um pastor que pegava nos fieis, mergulhava a cabeça deles na água, depois tirava e perguntava:
- Irmão... viste Jesus?
- Ã", eu vi, sim...
E todos os evangélicos diziam:
- Aleluia! Aleluia!

Quando chegou a vez do bêbado, o pastor meteu-lhe a cabeça na água, depois tirou e perguntou-lhe:
- Irmão... viste Jesus?
- Não! - Disse o bêbado.

O pastor colocou novamente a cabeça do bêbado na água e deixou-a lá um certo tempo. Depois tirou-a e perguntou:
- E agora, irmão... viu Jesus?
O bêbado já bastante ofegante, lá disse:
- Não!

O pastor, já nervoso, colocou de novo a cabeça do bêbado debaixo de água e deixou-a lá por uns cinco minutos. Depois puxou o bêbado e perguntou-lhe:
- E agora, irmão... já conseguiste ver Jesus?
O bêbado, já mole e trôpego de tanta água engolir, disse:
- Foda-se já disse que não! Vocês têm a certeza de que ele caiu aqui????...

* UM CONTRIBUTO DE VÍTOR OLIVEIRA

AVANTESMAS

Foto JOSÉ MODESTO A marginal de Leça da Palmeira foi poluída na última semana por pendões anunciando uma concentração de comunistas apreciadores de cerveja algures numa quinta da margem Sul do Tejo. É lamentável que o espaço público continue a ser hipotecado à publicidade deste tipo de iniciativas. Não sei o que o Siza tem a dizer disto mas desta vez suspeito que nada tem a dizer.

MODESTO VOLTA A ATACAR*

EM PRIMEIRO LUGAR ESPERO QUE TODOS TENHAM TIDO UMAS BOAS FÉRIAS, QUE TODOS TENHAM RECARREGADO AS BATERIAS. AS FÉRIAS SÃO SEMPRE MERECIDAS DEPOIS DE UM ANO DE TRABALHO.
JÁ O DISSE NESTE HEMICICLO, VOLTO A DIZER: O PODER POLíTICO LOCA AINDA NÃO SE CONVENCEU DA IMPORTÂNCIA DESTE SECTOR ....O MAR.

A CIDADE DE MATOSINHOS É UMA CIDADE DE MAR.

PEÇO-LHES A VOSSA ATENÇÃO

PARA AQUILO QUE VOU LER

DEVEMO-NOS CONCENTRAR MAIS NA SOLUÇÃO E MENOS NO PROBLEMA:
EU CLARAMENTE PARTILHO ESTA IDEIA.

NAS ÚLTIMAS SEMANAS TEMOS LIDO ATRAVÉS DA NOSSA COMUNICAÇÃO SOCIAL, VÁRIAS NOTICIAS SOBRE O PORTO DE LEIXÕES, O NOSSO PORTO, NOMEADAMENTE A TÃO FAMOSA ESTILHA E O VIDRO QUE ESTÁ A SER DESCARREGADO NESTE MESMO PORTO.

(APENAS UMA OBSERVAÇÃO)

SABIAM QUE:TODOS OS PORTOS NACIONAIS QUEREM A FAMOSA OPERAÇÃO DE DESCARGA DA ESTILHA BEM COMO A DESCARGA DO VIDRO OU SUCATA?

COM A EXCEPÇÃO DO PORTO DE ÁGUA PROFUNDAS (SINES) TODOS OS PORTOS NACIONAIS TÊM DESCARGAS OU CARGAS DESTES PRODUTOS.

COMPREENDENDO... V.EXª.S... DIR-ME-ÃO:

MAS OS OUTROS PORTOS NÃO ESTÃO DENTRO DAS CIDADES!!....É VERDADE, MAS MATOSINHOS É E SEMPRE FOI UMA CIDADE PORTUÁRIA E PiSCATÓRIA TAL COMO VIGO,ANTWERPIA, FELIXSTOWE, SOUTHAMPTON...NO REINO UNIDO, ACREDITEM, ESTAS CIDADES BEM COMO OUTRAS NÃO VIVEM OBCECADAMENTE A DEITAR O SEU PORTO ABAIXO.

A COMUNIDADE PORTUÁRIA...VIVE EM PLENA SINTONIA.

COMO ALGUNS SABEM, ESTANDO EU LIGADO A ESTA ÁREA SEI OBVIAMENTE DAQUILO QUE ESTOU A FALAR...E NÃO ESTOU SEQUER A DEFENDER A MINHA SUPOSTA “DAMA” COMO SE COSTUMA DIZER....SENÃO VEJAMOS:

CONCORDO QUE A REFERIDA ESTILHA DEVE SER ACONDICIONADA DE FORMA A QUE TODOS OS ASPECTOS AMBIENTAIS SEJAM SALVAGUARDADOS E QUE AS POPULAÇÕES NÃO SOFRAM COM ESTA REFERIDA DESCARGA…


EU ACHO... SINCERAMENTE QUE ESTÃO A SER TOMADAS TODAS AS PRECAUÇÕES DEVIDAS DE FORMA A QUE A SEGURANÇA E TODOS ASPECTOS AMBIENTAIS SEJAM SALVAGUARDADOS.

RELEMBRO A TODOS OS MATOSINHENSES QUE PELA PRIMEIRA VEZ EM PORTUGAL UMA ADMINISTRAÇÃO PORTUÁRIA OBTÉM A ISO 9001:2008 PARA A TOTALIDADE DO PROCESSO MEIO DE TRANSPORTE DE NAVIO, INTEGRANDO TODAS AS ACTIVIDADES OPERACIONAIS E DE SUPORTE ASSOCIADAS.


O PORTO DE LEIXÕES É UMA REFERÊNCIA NACIONAL E MUNDIAL, ESTÁ NA VANGUARDA DAS NOSSAS EXPORTAÇÕES E IMPORTAÇÕES.

É UM PORTO POR EXCELÊNCIA NA FORMAÇÃO DOS SEUS FORMANDOS

O PORTO DE LEIXÕES, QUER QUEIRAMOS QUER NÃO, É UMA MAIS VALIA PARA MATOSINHOS PARA TODOS NÓS.


DESTA FORMA, PEDIA CONTENÇÃO A ALGUMAS FORÇAS POLITICAS REPRESENTADAS QUE TENHAM EM ATENÇÃO OS INÚMEROS POSTOS DE TRABALHO QUE ESTA INFRAESTRUTURA PORTUÁRIA TEM E PROPORCIONA AOS SEUS TRABALHADORES E À NOSSA ECONOMIA.

O BOM DESENVOLVIMENTO DE UM PORTO DE MAR DEVE FAZER-SE, SEMPRE, EM AMBIENTE CONSTRUTIVO E GERADOR DAS MELHORES SOLUÇÕES PARA O EQUILIBRIO SUSTENTAVÉL DA CIDADE DE MATOSINHOS E QUE O MESMO PORTO SEJA UMA MAIS VALIA PARA A ECONOMIA DO NOSSO PAÍS.

PROTEGENDO O PORTO ESTAMOS A PROTEGER POSTOS DE TRABALHO, CRIAÇÃO DE EMPREGO...A TUDO ISTO...BOM SENSO É O QUE SE PEDE.

DEVEMO-NOS CONCENTRAR MAIS NA SOLUÇÃO E MENOS NO PROBLEMA:


TODAS AS FORÇAS POLITICAS DEVERIAM SABER QUE EXISTE TAMBÉM A CHAMADA POLUIÇÃO VISUAL E É ESSA CAUSADA POR ELES MESMOS, NESTES ASSUNTOS QUASE NINGUÉM FALA... NÃO HÁ ELEIÇÕES, NÃO HÁ CARTAZES.

COMO EM TUDO NA VIDA E QUANDO FAÇO AFIRMAÇÕES DESTAS BASEIO-ME ÓBVIAMENTE NO FACTO DE EXISTIR UMA PROLIFERAÇÃO DE CARTAZES COM O MESMO TEMA: A TÃO FAMIGERADA FESTA QUE ESTE MÊS SE VAI REALIZAR NÃO EM MATOSINHOS MAS NUMA OUTRA CIDADE, NUMA OUTRA ÁREA NO NOSSO PAÍS....NINGUÉM FALA DESSA POLUIÇÃO... PURA E SIMPLESMENTE COLOCA-SE. E (PONTO FINAL).

QUEM QUISER VERIFICAR QUE SE DESLOQUE POR FAVOR À MARGINAL DE LEÇA DA PALMEIRA.


QUANTO À BLOGOSFERA E OUTRAS REDES SOCIAIS, (BASEADO NO QUE DISSE ATRÁS) TODOS TEMOS DE SER PROFILÁTICOS E NÃO SIMPLESMENTE ATACAR ESTA OU AQUELA EMPRESA, DEVEMOS TER CONTENÇÃO, DEVEMOS OLHAR SEMPRE E PARA DENTRO DE NÓS MESMOS...TODOS TEMOS A NOSSA VEIA CRITICA...TODOS DEVEMOS TER TAMBÉM A VEIA DO BOM SENSO.


QUERIA DIZER AO DR.NUNO OLIVEIRA, VICE-PRESIDENTE DA CMM QUE AINDA TEM O MEU PEDIDO DE FACEBOOK, SE ACHAR POR BEM O ACEITAR....FICAREI OBVIAMENTE AGRADECIDO.


TERMINO SR.PRESIDENTE, SRS.DEPUTADOS COM UM ELOGIO...RECONHECENDO QUE PARA ALGUNS EU NÃO O DEVERIA FAZER...PROVAVELMENTE NUNCA SEREI UM POLITICO, MAS ENTRE SER UMA OPOSIÇÃO DO BOTA ABAIXO, OU FAZER CIDADANIA, EU OPTO CLARAMENTE PELA SEGUNDA:


O ELOGIO À VEREADORA DO AMBIENTE, POLICIA MUNICIPAL E PROTECÇÃO CIVIL (PERMITAM-ME CITAR O NOME: DRª.JOANA FELÍCIO) QUE PERANTE SITUAÇÕES DE ALGUMA GRAVIDADE QUE OCORRERAM NA NOSSA CIDADE E PERANTE AS INFORMAÇÕES QUE LHES FORAM PASSADAS, SOUBE AGIR DE IMEDIATO.

* Discurso do nosso Zelling na última assembleia municipal.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

DE AGENDA OBRIGATÓRIA


Provavelmente o maior acontecimento anual da agenda cultural matosinhense, depois das assembleias de freguesia.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

INÁCIO NA TERTÚLIA


Entretanto, hoje, tentaram passar mais uma PALHETA ao nosso Leixões com uma penhora do estádio mandada executar pelo inefável serviço de finanças de Matosinhos. Já todos sabemos que Sócrates vai estar cá na terra no próximo sábado para a rentreé (o que não é propriamente uma boa notícia) e que o "efeito Lota" pode ser uma realidade. Não sabia é que os energúmenos do costume, os emplastros que não sabem perder, iam começar a atacar cedo.
O que se pode fazer? Todos os circos precisam de palhaços.

sábado, 28 de agosto de 2010

A NÃO PERDER

Está aí mais uma recreação medievalista em Leça do Balio. Estejam atentos. É sempre imperdível.

sábado, 21 de agosto de 2010

NOVO BLOGUE SOBRE MATOSINHOS

http://www.setedias7.blogspot.com/

ESPUMANTE

Cidadão atento, e exemplar, ou não tivesse sido o primeiro no seu curso de ranger, José Modesto continua a contribuir para este blogue com os seus apanhados. Este à porta de sua casa. Espuma no ar, vinda da Petrogal, resquício provável de mais um incidente na refinaria de que ninguém tomou conhecimento. Obrigado, Zé.

INFORMA UM LEITOR, QUE PRESUMO BEM INFORMADO, QUE NÃO FOI UM ACIDENTE, APENAS UM TESTE À ESPUMA DOS TANQUES. FICA O REGISTO.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

ESTILHA...AÇOS

O "caso da estilha" reavivou a ideia de que Matosinhos tem um presidente da câmara chamado Guilherme Pinto. De facto, só quem não via é que não reparava no que está a acontecer há muito tempo no cais Sul da doca n.º2, onde, pelo que me contam, se acumulam montanhas de apara de madeira que para a indústria primária do tio Belmiro. O homem do Marco pelos vistos não tem armazéns para tanta estilha e por isso ela lá fica à chuva e ao vento na doca, voando para os quintais e as varandas quando sopra a tradicional nortada. Como todos sabemos, há anos que Belmiro de Azevedo faz o que quer em Matosinhos e a prova disso é o acesso estrambólico em rampa ao NorteShopping e a saída do mesmo por um túnel que acaba num posto de combustíveis e na Via Rápida (nem sempre tão rápida quanto isso, sobretudo para quem segue na direcção Norte-Sul). A APDL, olimpicamente, lava as mãos e vai dizendo que a culpa é de quem licenciou habitações junto ao Porto de Leixões. Esquece-se de dizer que Matosinhos e Leça da Palmeira já existiam antes de ser construído o porto artificial. Mas a APDL, também já todos sabemos, faz em Matosinhos o que quer e lhe apetece. Guilherme Pinto coloca-se agora ao lado dos cidadãos mas não tarda nada e está a reunir com os responsáveis da APDL e a anunciar um qualquer meio termo. A estilha, essa, meus amigos, vai continuar por ali. A estilha, os camiões (apesar da VRI), outros cheiros e outros entulhos e ainda o esgoto gasoso da Petrogal que, curiosamente, ninguém se preocupa em analisar devidamente, apurando as consequências para a saúde público (ainda ontem, em Leça da Palmeira Norte, sentia-se um cheiro intenso a gás).

Siga a rusga.

sábado, 14 de agosto de 2010

MAIS UM...


Chegou-me a notícia que mais um arrastão que operava em Leixões, o Santana, foi dado como "abatido". Neste caso, foi vendido aos espanhóis. 14 homens ficaram sem trabalho em Matosinhos.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

PORQUE AMANHÃ É 6.ªFEIRA, 13


A METAMORFOSE

Narciso Miranda andou hoje a saltitar de pivot para pivot, de televisão para televisão, para dizer que é um homem sério e com carácter. É no mínimo estranho que alguém que não foi notificado da sua expulsão do PS fale tanto sobre o assunto e considere o processo "kafkiano" e de cariz "estalinista". O saudoso Tavares bem o tratava carinhosamente por "Lenine", quando o dux governava Matosinhos, e seria certamente um dos primeiros a rir com a autodefesa do homem de Barroselas. Que se apresentou "amargurado" mas nem por isso com um espírito de vingança menos apurado. O leão está ferido. Parece-me que mortalmente. Não há nada pior que desaparecer do mapa através de métodos que se conhecem bem. No fundo, Narciso devia saber que a vida das borboletas é efémera e que o seu percurso político foi uma eternidade.
Corre o pano sobre o protagonista. Que, aposto, vai sair de cena sem dizer o que é que Sócrates lhe disse quando decidiu ser candidato independente.
Das duas umas:
- Ou lhe ofereceu a lua e as respectivas ninfas.
- Ou não lhe disse nada.

domingo, 8 de agosto de 2010

PASSADIÇO





A obra ainda não está completa (como dá para ver) mas o povo já desfruta do magnífico passadiço entre a Boa Nova e o Cabo do Mundo, porventura o melhor percurso pedestre deste pequeno país...não fossem os ciclistas e os cagalhões dos caninos!

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

SOLTAS DA PAREDE


Ali ao lado da capelinha do Corpo Santo, em Leça da Palmeira, o antigo depósito de água foi transformado em depósito de idosos.
Manuel Seabra cada vez mais na primeira linha do PS de Sócrates. Acaba de falar sobre o processo Freeport na situacionista RTP N, enquanto a SIC Notícias Pedro Silva Pereira era entrevistado pela mansa Ana Lourenço. A TV 24 falava de incêndios...
Manuel Seabra, que foi uma espécie de enclave na longa presidência de Narciso Miranda, não tarda nada e está numa secretaria de Estado e não vai ser certamente na secretaria de Estado dos portos e das marinas fluviais...
Morre-se de calor no Alentejo mas na nossa marginal ninguém fechou as portas e a Nortada impõe a sua lei.
Está quase concluído o passadiço entre a Boa Nova e o Cabo do Mundo. Parabéns a quem meteu mãos à obra e tocou tudo para a frente, requalificando a chamada zona do quecódromo.
De regresso à terra, não resisti e papei mais uma alheira no "Aliança" mas só acompanhada por ovo e salada. Bem, também com dois copos de "Gazela"...
Estou a ver se o Verão acalma para poder finalmente dar dois dedos de conversa com o sr. João, ali na marginal leceira.
O D. Zeferino expande-se pela Serpa Pinto. Já experimentei o restaurante especializado em comida no forno. 5 estrelas!

terça-feira, 3 de agosto de 2010

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

PASMACEIRA

De regresso à santa terrinha, verifico que se vive o que se pode chamar um clime de pasmaceira. O dux fez anos, é certo, mas o condado já não vive dependente destes picos emocionais. O calor tem proporcionado enchentes nas marginais e vou também aproveitar esta boa onda embora suspeite que a nortada anda aí, excepto no enclave amuralhado da Praia dos Beijinhos. Verifico também que saiu um livro sobre a família Brito e Cunha, estive quase a comprá-lo na FNAC mas custava 35 euros e preferi vir para casa, por menos 15 euros, com a segunda edição de "Homens, Espadas e Tomates", de Rainer Daehnhardt, obra que recomendo pelo extraordinário relato de proezas dos portugueses de antanho, para além de uma bela síntese sobre armamento medieval (não, não é o do rei dos Gnomos).

terça-feira, 13 de julho de 2010

UM APONTAMENTO

Mais vale tarde do que nunca. A conclusão do passadiço do Aterro/Cabo do Mundo avança agora a toda a força...em plena época balnear, com natural prejuizo sobretudo para o bar/restaurante que dá pelo sugestivo nome de Ondas Sobre o Mar (cujas tripas, ao domingo, desde já recomendo!). Também é verdade que o que é um prejuízo pontual vai transformar-se num benefício estrutural e esta consciência nem sempre tem quem se instala no espaço público. Fica aqui apenas o apontamento, depois de uma bela tarde de praia, com bandeira azul, sem vento (hellas!) mas com mar bravo (não se pode ter tudo, enfim...).

sexta-feira, 9 de julho de 2010

ATENTADO NA CASA AMARELA

Mais um contributo de José Modesto - com quem hoje, ao almoço, partilhei um maduro fresquinho e dois cornetos de morango... - que mostra o estado das colunas do cada vez mais degradado, sobretudo exteriormente, edifício da câmara municipal de Bouças. Parece que alguém andou a dar marradas nas colunas desenhadas pelo arquitecto Soutinho. O problema é que não faltam suspeitos.

quinta-feira, 8 de julho de 2010