sexta-feira, 31 de julho de 2009

UMA LEGENDA PARA ESTA FOTO

Desafio a clientela a legendar esta foto. A legenda mais imaginativa dá direito a um rosbife no Zeferino. Entretanto, deixo algumas pistas sobre este evento...

1 - Trata-se de uma reunião de testemunhas de Jeová.
2- É um casamento cigano.
3 - Encontro dos potenciais portadores de gripe NM
4 - Congresso dos Provadores de lombo assado.
5 - Encontro dos alunos das novas oportunidades.

UM DEBATE BADALADO

Repescado de "O Badalo", o toque a rebate de Matosinhos hoje e sempre.

“O Badalo” organizou o primeiro de­bate entre os candidatos à autarquia de Matosinhos. Confessamos que não foi fácil convencer Guilherme Pinto (PS), Narciso Miranda (indepen­den­te), Guilherme Aguiar (PSD), Ho­nório Novo (CDU), Fernando Quei­rós (Bloco de Esquerdo) e Eugénio Queirós (Partido A). O debate ocorreu no farol da Boa Nova e foi transmitido pelo canal 197 da Zon TV Cabo. A moderação esteve a cargo do nosso colaborador Her­culano Poeira.
HERCULANO POEIRA - Boa noite, senhores candidatos, muito obrigado por estarem aqui para debater as autárquicas de Matosinhos e para falar da nova temporada do Benfica.
NARCISO MIRANDA - De nada. Eu por Matosinhos estou disposto a tudo, mais a mais num debate organizado por um jornal chamado “O Badalo”.
GUILHERME PINTO - Tal como o meu camarada...
NARCISO MIRANDA - Perdão, camaradas têm as putas.
GUILHERME PINTO - Precisa­mente.
NARCISO MIRANDA - Estás a insinuar alguma coisa?
HERCULANO POEIRA - Meus se­nhores, moderem-se, as vossas res­pon­sabilidades democráticas e civis são enormes e este debate tem de ter elevação não apenas pelo facto de estar a ser realizado no topo deste magnífico farol.
HONÓRIO NOVO - Esses senhores são uns faroleiros!
EUGÉNIO QUEIRÓS - Desculpem qualquer coisinha mas vamos beber água apenas durante todo o debate?
FERNANDO QUEIRÓS - O bloco está consigo, caro homónimo. E não se pode fumar?HERCULANO POEIRA - Meus amigos, um ponto de ordem: as be­jecas vêm a caminho e vou já abrir este postigo para que possam cacilhar, se ninguém se opuser, claro...
NARCISO MIRANDA - Eu estou contra. Sou um desportista e o fumo poluí.
EUGÉNIO QUEIRÓS - Se calhar tem razão. Tá nordeste e as chaminés da Petrogal estão a debitar em força.
GUILHERME PINTO - Meu caro amigo, para além do facto de ter vindo de calças de ganga e sapatilhas para este encontro tenho a dizer-lhe que não percebe nada de ambiente. A Pe­tro­gal polui menos que os moradores da Rua do Progresso.
FERNANDO QUEIRÓS - Essa rua não existe em Matosinhos!
NARCISO MIRANDA - O senhor não conhece esta cidade, temos ruas, avenidas e becos para tudo e mais alguma coisa. Lembro que fomos a primeira cidade portuguesa a dar o nome desse grande combatente cha­mado Chalana Gusmão a uma avenida do nosso concelho.
EUGÉNIO QUEIRÓS - Xanana.
NARCISO MIRANDA - Está a chamar-me chalado? O menino é muito malcriado, não sai nada ao seu paizinho, você é um insurrecto...
EUGÉNIO QUEIRÓS - Dispenso elogios da sua parte, só gosto de si quando faz queixa de mim para a Alta Autoridade para a Comunicação Social ou quando me cita em prefácios dos seus livros...
HERCULANO POEIRA - Bem, es­távamos a falar de ambiente...
GUILHERME PINTO - Precisa­mente. A esse propósito, tenho ainda a acrescentar que Matosinhos foi uma das primeiras cidades a selar o seu aterro sanitário.
HONÓRIO NOVO - É pena.
GUILHERME PINTO - Porquê?
HONÓRIO NOVO - Selaram-no mui­to cedo. Esqueceram-se de algumas pessoas.
GUILHERME PINTO - Sou obri­gado a concordar consigo.
NARCISO MIRANDA - Essa é para mim?
GUILHERME PINTO - Não, é para o José Rodrigues.
NARCISO MIRANDA - Olha lá, ò meu chorão, já te esqueceste que fui eu que te dei emprego quando anda­vas para aí nos tribunais a defender merceeiros e esticadores? És um in­grato, se eu ganhar, como vou ganhar, vais ser chefe dos contínuos.
GUILHERME PINTO- Isso já sou.
HONÓRIO NOVO - É esta a política que se faz em Matosinhos, a politi­quice dos tachos...
GUILHERME PINTO - Isso dos tachos é com o Nuno Oliveira, que foi dele a ideia do Mar à Mesa.
EUGÉNIO QUEIRÓS - Bem me parecia que o miúdo era um idiota, tem ideias!
GUILHERME PINTO - Está a in­sultá-lo?
EUGÉNIO QUEIRÓS - Nem por som­­bras, tenho muito respeito. E acho essa ideia das esplanadas fan­tás­tica, só é pena não haver dança do ventre de imediato e só no dia seguinte.
FERNANDO QUEIRÓS - O bloco é contra a exploração das dançarinas de dança do ventre e entende que essas barracas na rua são uma agressão am­biental, bem assim como os fo­gareiros...
NARCISO MIRANDA - Concordo com a parte dos fogareiros.
GUILHERME AGUIAR - O PSD entende que está a ser discriminado neste debate.
HERCULANO POEIRA - O me­ni­no não pode falar pois caiu no cal­deirão quando era pequenino e se começa a falar mais ninguém fala. Continue aí nesse cantinho a deixar crescer o bigode, para ver se não o confundem com aquele dos pro­gramas desportivos da televisão.
GUILHERME AGUIAR - Eu queria dizer que em Gaia...
HERCULANO POEIRA - Perdão mas estamos a falar de Matosinhos e de Portugal. O debate sobre o Burki­na-Faso é na próxima semana.
EUGÉNIO QUEIRÓS - Queria fa­zer um anúncio aos matosinhenses.
HERCULANO POEIRA - Força.
EUGÉNIO QUEIRÓS - Queria ga­rantir aos matosinhenses com mais de 15 anos e menos de 30 do sexo feminino, com peso máximo de 60 quilos, que se for eleito presidente da Câmara o meu gabinete estará sem­pre aberto e que aí poderão desfrutar de home vídeo, bar aberto, insufláveis...
NARCISO MIRANDA - O menino é um ordinário. Não vale copiar-me, aliás estou farto de ser plagiado...
HERCULANO POEIRA - Era o que eu temia. Aviso já que o próximo que mijar fora do penico é atirado borda fora.
FERNANDO QUEIRÓS - O bloco está solidário consigo, senhor mode­rador. Esta é a prova provada que Matosinhos precisa de novos políticos e de novas políticas.
EUGÉNIO QUEIRÓS - Matosinhos precisa é que o deixem em paz.
NARCISO MIRANDA - É no que dá aceitarem anarquistas nestes debates.
EUGÉNIO QUEIRÓS - Quem lhe disse que eu sou anarquista?
NARCISO MIRANDA - Ora, PA, calças de ganga, sapatilhas sujas...
EUGÉNIO QUEIRÓS - Pois fique a saber que PA quer dizer apenas pa, que é o início de pá p...
HERCULANO POEIRA- O menino está com vontade de voar sem asas?
EUGÉNIO QUEIRÓS - Por acaso até bebia uma Red Bull.
HONÓRIO NOVO - O comité cen­tral da CDU, reunido na Adega Ama­rela, decidiu fazer de Matosinhos uma república socialista e prometemos construir um muro com dez metros de altura e arame farpado electri­fi­cado em redor dos limites concelhios.
NARCISO MIRANDA - Isso vai cus­tar um balúrdio, já tentei mas tive de reciclar o material nas torres da Facar.
HONÓRIO NOVO - Não vai custar nada, sobrou muito material de Berlim.
FERNANDO QUEIRÓS - O bloco está contra qualquer tentativa de sovietização de Matosinhos e promete que na Feira da Senhora da Hora estarão em breve à venda camisas tipo Francisco Louçã e pullovers à Miguel Portas.
EUGÉNIO QUEIRÓS - E também tampões da Ana Drago?
FERNANDO QUEIRÓS - Recuso-me a comentar.
NARCISO MIRANDA - O Movi­mento Matosinhos Sempre nada pro­mete. Eu é que prometo. Prometo mais 26 anos de governação moderna, com muita tesão!
HERCULANO POEIRA - Perdão?
NARCISO MIRANDA- Com isso mesmo. As pessoas conhecem-me sabem que comigo não há duas sem três.
EUGÉNIO QUEIRÓS - Ah garanhão!
NARCISO MIRANDA - Ainda bem que finalmente concordas comigo.
EUGÉNIO QUEIRÓS - Sabes que gosto de ti e que te acho piada. O teu problema é que andas sempre ro­dea­do de idiotas.
NARCISO MIRANDA - Já te convi­dei dez vezes...
EUGÉNIO QUEIRÓS - Ok, tens razão, mas não acho nada interes­san­te ser vereador das casas de alterne da Rolberto Ivens e de S. Roque,
NARCISO MIRANDA - E que tal se­res vereador das tascas e dos urinóis?
EUGÉNIO QUEIRÓS - Agora dei­xas­te-me a pensar.
GUILHERME AGUIAR - O gajo pensa...
HERCULANO POEIRA - Shiu, tu aí está calado, continua a contar os grãos de areia da praia de Leça...
GUILHERME AGUAR - Tá um ne­voeiro do c...
HERCULANO POEIRA - Por falar no nevoeiro, parece que vem ali alguém.
FERNANDO QUEIRÓS - É o Sócrates.
GUILHERME PINTO - O meu camarada, finalmente.
EUGÉNIO QUEIRÓS - O gajo está a fugir para a praia do Aterro e a dar sinais de luzes!FERNANDO QUEIRÓS - Pensei que tinham acabado com aquilo.
HERCULANO POEIRA - Meus ami­­gos, estou a ver que isto não dá na­da, vou passar a emissão para o Janeco.

OUT OF BOUÇAS




Terminou hoje mais uma campanha em Castanheiro do Vento. Estive por aqui na última semana a fazer arqueologia a sério, sob a orientação dos professores Vítor Oliveira Jorge e Susana Oliveira Jorge, com a preciosa colaboração de João Muralha, Gonçalo Velho e Ana Vale, entre outros. Por isso, estive afastado da trepidante realidade de Bouças de Cima e de Baixo mas antes de partir...parti-me a rir quando parei no centro de Perafita e percebi que andavam a arregimentar participantes para o megajantar de Narciso Miranda. À borliú, claro, e com direito a transporte em autocarro. É só rir.


sábado, 25 de julho de 2009

GOLPES BAIXOS

Porquer há gente que não sabe viver em democracia, esta noite o blogue http://matosinhosonline.blogspot.com/ , de Vítor Maganinho, foi liminarmente apagado e o seu acesso à conta do Google bloqueado. Vou tentar investigar, junto das minhas fontes, o que se passou e prometo contar tudo no caso se consigar perceber como isto pôde acontecer. Suspeito que alguém mexeu os cordelinhos no sentido de silenciar uma voz que incomodava num blogue que, ao contrário de certas campanhas políticas, nem sequer tinha uma sombra de conteúdos pornográficos. Assim vai a democracia portuguesa e mundial.

PS - Ficamos à espera para perceber o que realmente aconteceu. Pode haver aqui alguma confusão. A minha teoria é a seguinte: alguém conseguiu entrar na conta do Google do Maganinho e fez uma limpeza étnica. Os piratas informáticos andam aí...

MANUEL SEABRA À BEIRA DO 5-0?


Parece que o tema do momento é...Manuel Seabra.
Sem motivo aparente, na caixa de comentários começaram a aparecer opiniões sobre o actual chefe de gabinete de António Costa.
Sou amigo do Manel Zé desde que me conheço e ao longo das nossas vidas temos tido fases em que nos vemos algumas vezes e outras em que passamos largos meses sem falar.
Como amigo que sou, acompanhei sempre com especial atenção o seu percurso político, desde elemento da Juventude Socialista até assessor do presidente, passando depois para a vereação, posição na qual conseguiu subir para a posição 2 com mérito reconhecido pelo próprio Narciso Miranda.
Não sei o que são os meandros da vida partidária mas reparei que Manuel Seabra a determinado momento dominou o chamado aparelho do PS matosinhense, ganhando sucessivas eleições aos candidatos apoiados por Narciso Miranda: Henrique Calisto, primeiro, e Guilherme Pinto, a seguir. Seguiu-se uma vitória sobre o próprio Narciso. Resultado final, 3-0.
Estavam as coisas assim...paradas...quando aconteceu o incidente-acidente da lota.
Nesse mesmo Verão passei alguns dias com o Manel Zé e senti bem como isto o abalou.
Sousa Franco não foi vítima do caciquismo poliqueiro dos galos que se digladiavam em Matosinhos. O candidato apenas sucumbiu à sua própria fraqueza e ao stress da campanha. Quem quiser ver mais do que isto estará apenas a tentar a justificar a decapitação de um dos concorrentes, então, à câmara de Matosinhos.
Se nada tivesse acontecido naquele dia e se Sousa Franco tivesse morrido no dia seguinte durante o sono, Manuel Seabra estaria hoje a completar o seu primeiro mandato como presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, posto que ocupou durante um ano, quando Narciso trocou Matosinhos por uma obscura secretaria de Estado.
Ou seja, Manuel Seabra teve capacidade para ganhar em casa a alguém que era presidente da câmara há mais de 20 anos! Mas perdeu o jogo fora de casa.
O actual primeiro-ministro acompanhou o processo e sabe, melhor que ninguém, que Seabra teve tanto culpa no incidente como eu tive no tsunami que atingiu a Tailândia. Este PS há algum tempo que vem a afastar as velhas raposas - Narciso Miranda é apenas um exemplo, a que podemos somar Jorge Coelho.
Por isso, o facto de Manuel Seabra ocupar a posição 5 na lista de deputados do PS pelo círculo eleitoral do Porto não é uma surpresa.
O PS está, assim, a lavar a imagem de Seabra que ele próprio sujou.
E está, por outro lado, a reconhecer a capacidade política de um homem que em Matosinhos se afirmou na política local e que fez obra no urbanismo. Mais, alguém que teve a coragem de bater o pé a Narciso Miranda, que é, como se sabe, uma pessoa muito difícil quando investido numa posição de poder. Por norma, tritura quem o rodeia. Ora, não triturou Seabra. Só um acaso evitou uma derrota por 4-0 quando era ele o superfavorito.
Confirma-se, porém, que Narciso é um gato com sete vidas. Provavelmente irá gastar a sua última vida na política em Outubro. Ganhando, poderá fazer a Grande Purga e reentrar triunfalmente no seu gabinete, para caminhar para os 30 anos como dux de Bouças. Se perder para Guilherme Pinto, será a altura de calçar as pantufas ou os sapatos de ciclista para mais umas voltas com o Tabuada por Bouças de Baixo. Se perder para o PSD e for segundo, do mal o menos - restar-lhe-á a consolação de ter punido o "seu" PS, partido do qual, curiosamente, não foi expulso embora esteja claramente a prejudicá-lo. Pelo mesmo este PS. Pode ser que haja outro depois de Setembro. Mas esse será, quando muito, o PS de António Costa, Tozé Seguro ou Marcos Perestrello. A equipa de Manuel Seabra.
Ou seja, Narciso está à beira de sofrer o 5-0.
Vamos lá ver se consegue, com todo o seu pulmão e coração, dar a volta a uma tendência de resultado tão adversa.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

GENTE DA NOSSA TERRA

É uma vantagem das férias caseiras, sem recurso a agências de viagens ou a outros devaneios. Andamos pela casa e redescobrimos peças do nosso espólio. Uma delas é o suplemente do "Público" sobre os 20 anos do 25 de Abril, que nos dá conta, entre outras estórias, da saga do último homem preso pela PIDE, Jorge Pisco. CLIQUE PARA AUMENTAR A IMAGEM e para desfrutar do trabalho feito pelo jornalista João Queirós (já falecido).

UMA BREVE NOTA

A minha participação hoje, no programa do Clube dos Pensadores, na Rádio Clube de Matosinhos, pôs muita genta a rabiar pelo simples facto de ter dito que gostava que Guilherme Pinto ganhasse as próximas autárquicas. O suficiente para me catalogarem como APOIANTE do actual presidente da Câmara, juntando-se comentários laterais que dispenso e que naturalmente foram para o caixote do lixo. Ora, gostava de esclarecer que não sou apoiante de Guilherme Pinto. Sou um simples cidadão com direito a voto e a exprimir a sua opinião. Nada espero de qualquer dos candidatos e nada tenho para lhes dar, ao contrário de muitos senhores que andam por aqui a comentar com baba e ranho. Passem bem que o resultado das eleições é para o melhor lado que onde eu durmo.

terça-feira, 21 de julho de 2009

TENHAM VERGONHA!

Todos sabemos como este é um Mundo de compromissos e comprometimentos. A esperança, a esse nível, é apenas residual.
Ainda assim, sobra-nos a capacidade crítica. Não é que seja um arma, como a cantiga no PREC, ou a marijuana, nos anos 80. Vale o que vale e assume-se sobretudo como catarse. Ou seja, alivia mas nada muda.
A minha meia-de-leite e o meu pão com manteiga de hoje foram sobressaltados por uma não-notícia. Numa página onde surgia um anúncio do jantar de aniversário e apoio à candidatura de Narciso Miranda, ao preço de promoção de dez narcisos, nova moeda do concelho de Bouças, o JN mais uma vez tomava as dores do dux ao anunciar que a Comissão Nacional de Eleições deixou um aviso ao actual executivo da Câmara Municipal de Matosinhos, a propósito do carácter promocional de panfletos, cartazes e revistas. Lida bem a história conclui-se que a CNE considerou IMPROCEDENTE a queixa apresentada por alguém que a notícia não esclarece mas que se supõe afecta à oposição dos homens que estão no poder.
Vista a coisa do ponto de vista etnográfico e antropológico, não deixa de ter a sua piada e apenas confirma o jornal da Gonçalo Cristóvão como um órgão afeito a este tipo de lances, agora que inesperadamente virou o bico ao prego em relação a Rui Rio, sendo um dos primeiros bastiões a conformar-se com a impossibilidade técnica de Elisa Ferreira destronar o organizador das corridas da Boavista e dos voos dos aviões da Red Bull.
Como diria um conhecido humorista, não havia nexexidade. Ao contrário do que pensam os ratos das redacções, a vida nas tascas não se resume à discussão futebolística. E a pior propaganda que se pode fazer, às vezes, é mesmo a que resulta do excesso de zelo. Tanto mais que o eventual queixoso é aquele que menor moral tem para se queixar deste tipo de coisas pois quando esteve no pelouro também "adjudicou" meios autárquicas para a promoção indirecta da sua recandidatura.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

A LUTA CONTINUA, CAMARADAS


DUX ABSOLUTO

Narciso Miranda, 43% / 6 vereadores
Guilherme Pinto, 24% / 3 vereadores
Guilherme Aguiar, 18% / 1 vereador
Fernando Queirós, 6% / 0 vereadores
Honório Novo, 3% / 0 vereadores

Caiu no meu mail esta sondagem pretensamente encomendada por um grupo de Comunicação Social, com base numa amostra de resultante de 1070 entrevistas. Como dá para ver, Narciso garante a maioria absoluta nesta sondagem. É um resultado animador para o dux de Bouças, isto, claro, se estes números forem mesmo o que dizem que são...

domingo, 19 de julho de 2009

POUGA


A fera já entrou em acção, na Feira, e depois falou na sala de Imprensa, ao lado do nosso assessor leixonense, o meu colega Paulo Silva, mais um reforço do Leixões 2009/2010.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

O FRISO

O JN, não confundir com o JM, embora possam realmente ser confundidos, editou hoje este interessante friso de candidatos outsiders às autárquicas que aí vêm em rota de colisão com as primeiras folhas caídas. O que têm em comum Avelino Ferreira Torres, Fátima Felgueiras, Narciso Miranda, Valentim Loureiro e Maria José Azevedo? A resposta pode estar no título amputado: a sua clientela, ou seja, os seus dependentes.
De resto, não deixa de ser uma imagem interessante do estado da política nacional autárquica. A culpa foi de quem começou a distribuir cartas de foral...~

Não consigo resistir e tenho de dar nota aqui de uma das recentes mensagens de apoio a Narciso Miranda que caíram no seu site:

"Não sendo de Matosinhos,sou de Leiria mas vou 2 vezes por mês a Matosinhos entregar carne e sinto que Narciso Miranda é a pessoa unica capaz de mexer com Matosinhos.Desejo-lhe felicidades e que Matosinhos pense nas pessoas nas autárquicas e não nas siglas partidárias e eleja um Homem com capacidade e mérito como é NARCISO MIRANDA."

Fico na expectativa de ver aparecer uma mensagem de alguém de Boliqueime que um dia esteve em Matosinhos a comer sardinhas assadas.

NO SÍTIO CERTO

Eu sei que a imagem não é boa mas posso explicar que lá ao fundo estão, lado a lado, um cartaz de Guilherme Pinto com três criancinhas e outro de Narciso Miranda com uma claque. Mas o que realmente interessa é o que está para além dos cartazes. Um assunto sobre qual quer o dux de bouças quer o seu ex-delfim já disseram sim, talvez e não. Isto enquanto se continua sem se fazer uma análise séria à qualidade do ar da envolvente da refinaria que em breve até vai ter o desplante de fazer um museu. Proponho uma secção sobre os acidentes.
De facto, é preciso ter lata.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

TRÁFEGO

O conselho de administração informa que foram para o caixote do lixo 156 comentários desde o início do mês. Motivo principal: a denúncia de situações típicas de um país como a Somália caso se confirme a sua veracidade.

terça-feira, 14 de julho de 2009

TEMOS HOMEM

Aí está no terreno a máquina do PS. O futuro é o mote porque o passado está bem presente. Guilherme Pinto no meio das criancinhas. Presidente, olhe que elas não votam, não são como as velhinhas que o dux anda a lambuzar... Sócrates não veio a Matosinhos - o que também não dava muito jeito nesta altura - mas mandou o seu clone e o inefável Lello. Carlos Oliveira sentou-se na 2.ª fila, o outro Guilherme, o Vila Verde, ao lado do alcaide. Consta por aí que a candidatura do dux vai fazer uma queixa à comissão de protecção de menores a propósito da iconografia escolhida pelo PS para os seus cartazes... Cá por mim, prefiro-as àquela menina de nariz torto que acompanha o Sócrates nos últimos outdoords ou à trupe que emoldura Elisa Ferreira, a candidata kamikaze, exemplo pleno de quem está na política porque a política proporciona benesses. Aliás, o último episódio, com Elisa à beira da renúncia, diz tudo quanto à desorientação socialista. Elisa foi pressionada a abdicar do Parlamento Europeu para que Manuel Santos ali pudesse regressar, aliás como prometeu aos funcionários... Que tropa fandanga!

domingo, 12 de julho de 2009

EU GOSTO É DO VERÃO

«um contributo de J. Punk Ex-caixa do Continente, adepta do Benfica, a Rosinha promete ser o grande sucesso deste Verão. Escuso de explicar porquê.

sábado, 11 de julho de 2009

UMA BREVE NOTA

O MEU TELEMÓVEL FARTOU-SE DE APITAR PELAS 20 HORAS. OS MEUS AMIGOS DO PARTIDO SOCIALISTA PROFUNDO GARANTEM QUE A APRESENTAÇÃO DE GUILHERME PINTO FOI "um grande sucesso". MAIS, "estavam ali 15 quintais". SUPONHO QUE ESTA É UMA REFERÊNCIA À APRESENTAÇÃO DO DUX DE BOUÇAS, QUE PARECE TER SIDO NO SÉCULO PASSADO.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

OLHA QUEM PASSA...

O dux de Bouças andou a passear por Matosinhos e passou uma tangente à Casa Amarela. Se isto não é uma provocação, eu sou rabeta.

Atrevo-me a lançar um passatempo aos leitores, monitorizadores e detratores do PdL: O que foi fazer o caudilho à Câmara?

1 . Foi colocar uma bomba-relógio.
2. Foi montar um sistema de escutas.
3. Foi à procura do processo roubado a Almeida Pereira.
4. Foi mudar o óleo.
5. Foi pedir uma audiência à presidente da Câmara.
6. Não foi. Apenas se dirigia ao Jardim da Pila Mole.
7. Não foi. Apenas foi comer um croissant à Duquesa ou será que foi comer a Duquesa de Croissant?
8. Não foi. O edifício é que continua a ser atraído por si.
9. Não foi. A imagem diz respeito a um motorista dos ex-SMAS
10. Não foi. Apenas ficou sem net e foi à biblioteca consultar o PdL.

sábado, 4 de julho de 2009

ELES VÊM AÍ

Tranquilos, leixonenses.
Os reforços vêm aí.
Aterram amanhã em Pedras Rubras.

PENSO EU DE QUE


Guilherme Pinto não está a ver bem a coisa. O apoio de Pinto da Costa não costuma resultar quando a questão anda à volta de eleições autárquicas. Sobretudo quando tudo vem a propósito de um jogo às três tabelas...

ÚLTIMA HORA

Grande bernarda num dos grandes gabinetes da CMM. Consta que proeminente vereador foi tirar satisfações quando verificou que desceu no ranking. Partiu-se alguma louça. Nada que já não tivesse acontecido na casa ao lado, mas com computadores...

DEIXEM-ME RESPIRAR

Um homem sofre muito para poder recuperar o poder ingloriamente perdido. Já sabíamos que neste percurso um candidato pode acabar o dia cheio de escamas de peixe. O que não sabíamos é que corre o risco também de ser esganado. Mas como este rapaz tem sete vidas...

PS - Entretanto, o novo semanário cá da província, o "Grande Porto", publicou uma sondagem que dá a Narciso uma vantagem de dois pontos sobre Guilherme Pinto. É um empate técnico. Assim se confirma que ninguém vai ter maioria absoluta, como por aí se dizia à boca cheia... Vai ser taco-a-taco, voto a voto. Com um pormenor para reter: a máquina do PS ainda não se pôs em movimento. Convém que comece a pensar em fazê-lo...

À MESA COM O PCP




Estive a almoçar na "Adega Amarela" com os vermelhos. Mais uma vez o PCP mostra que está mais atento à realidade que todos os outros embora a realidade não seja propriamente uma especialista dos utópicos deste partido. Pois bem, Honório Novo, José Avelino, Valdemar Madureira e José Pedro Rodrigues consideram este blog um órgão de comunicação social e convidaram o seu único editor para estar presente numa acção de apresentação dos projectos da CDU para Matosinhos. Apareci eu e mais dois representantes de jornais locais pois, pelo que pude apurar, os demais bloggers que se debruçam sobre a causa matosinhense ou tinha o gato doente ou o periquito tinha fugido (a estes posso garantir que não me deram qualquer injecção atrás da orelha e que o bacalhau à Braga até nem estava mau). Mostrando que não deixa nada ao acaso, Honório Novo, o homem em quem costumo votar nas autárquicas da terra, explicou detalhadamente o seu programa e revelou que desta vez os comunas vão subir a fasquia, "concorrente à presidência da Câmara". Para quem nas últimas eleições teve cerca de 9% parece um bocado exagerado mas, "prontos", estas eleições vão ser loucas e tudo pode acontecer... Deu também para vislumbrar um pouco do que será a campanha da CDU nas ruas. Os cartazes dos galos (Pinto e Miranda) em cartas de duques de copas são para manter mas o PSD também vai levar uma bicada com a alusão a diversos páraqueditas que aqui têm tentado aterrar: Pedro Pinto, Montalvão Machado, João Sá e, agora, Guilherme Aguiar. A CDU precisa de mais 2500 votos para eleger mais um vereador e esta, sim, parece-me uma meta realista. A verdade é que até gostava de ver o senhorense Honório Novo na presidência da Câmara. Mesmo num partido ortodoxo, tem sido um político moderno, activo, belicoso e com projectos. Ou seja, é uma ave rara. Obrigado pelo convite. Para além da "propaganda", deu para falar da nossa terra e para perceber que o amor por ela está acima de qualquer ideologia. E isto, sim, foi o mais importante.


Ah, para que conste Honório aproveitou para lançar o repto para um debate com os candidatos à câmara, mostrando assim que já está pronto para a luta. Porque esta, sobretudo quando estamos a falar do PCP, continua.