terça-feira, 29 de agosto de 2017

O debate


O primeiro debate autárquicos suscitou vários tipos de reação, conforme as preferências "clubísticas". Mas uma coisa é certa: Matosinhos está no mapa mediático das eleições autárquicas e nada está garantido para ninguém.
Este debate marcou essencialmente o regresso de Narciso Miranda à corrida eleitoral. Não me espanta, sempre o tive como tal. Quem se espanta é até quem o devia conhecer melhor e que até o trata por presidente em público. Narciso está vivo como a sardinha e mostrou mais uma vez que se preparou e que domina os dossiês.
António Parada, por seu lado, tentou expor as suas ideias e sentiu-se confortável com quem estava ao seu lado direito, o mesmo não acontecendo nesse lado em relação ao esquerdo. Nestes debates não dá para discutir muito programas mas Parada conseguiu resolver bem a questão Partido Socialista, garantindo que é passado mas que nunca atacará um passado que também é o seu. Parada quis essencialmente olhar para a frente e tocou alguns pontos essenciais (Brito Capelo e Terminal de Cruzeiros).
Luísa Salgueiro não conseguiu sair dos tacos. Esteve acossada e sem conseguir ripostar. As linhas programáticas que conseguiu lançar (apoio domiciliário aos velhinhos e programa de saúde oral) foram pífias e enganou-se quando disse que Matosinhos tem todas as praias com bandeira azul - ora, Matosinhos tem 18 praias e 11 com a tal bandeira que por vezes é só uma bandeira.
José Pedro Rodrigues litigou e argumentou bem e, como me dizia alguém, "nem parecia um comunista". O vereador mais sexy do executivo parece estar finalmente a "desvincular-se" daqueles que lhe deram boleia e desta vez não levou com alguns assuntos polémicos que têm a sua assinatura.
Do candidato do PSD é muito difícil falar porque pouco dele se ouviu.
No essencial, foi um bom debate, embora demasiadamente centrado na questão das tais três candidaturas da área socialista. Judite enganou-se, e ninguém a corrigiu, quando disse que Matosinhos tem sido sempre governado pelo PS. Mesmo quem tem memória curta se recordará que nos últimos 4 anos foi governado por um grupo de independentes e por um vereador do Partido Comunista. Ou será que não?
Venham mais debates. O próximo é dia 15 de setembro, no Porto Canal, e teremos mais dois, um na Antena 1, outro no "Jornal de Notícias".
Não se ganham eleições em debates mas estes ajudam a ganhar eleições. Não se esqueçam nunca que se pode ganhar o Tour sem vitórias em etapas.

Enviar um comentário