sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Mais uma placa na paixão pelo terceiro mundo


Matosinhos, a terra das placas epigráficas. Não há cantinho onde não se recorde a memória do presidente de câmara que "mandou" edificar. Até o cruzamento das marisqueiras tem uma! Desta vez aconteceu no hospital cá da terra, a propósito de 150 metros de asfalto, a tal ligação à A28 que já devia estar feita há muitos anos mas que, por isto ou por aquilo, foi sendo adiada. A ligação está finalmente concluída e ainda bem. Mas, vamos lá pensar um bocadinho, é caso para tanto aparato? É caso para a presidente se colocar no meio da estrada a debitar generalidades? É obra suficiente para merecer a memória de quem esteve no processo da sua execução. Fazer e querer mostrar não é bonito mas é um tique dos nossos governantes. Pensem só um bocadinho. Pensem é como é comezinho e ridículo este propósito de placar tudo o que mexe, até uma entrada para ambulâncias.
Enviar um comentário