quarta-feira, 19 de julho de 2017

Povo que rega na rua


Esta simples imagem de um rega de floreiras feita com um camião cisterna, na nossa Brito Capelo, fez florescer uma onda de comentário indignados da nossa esquerda revolucionária, como se sabe capturada pelo poder nos últimos quatro anos e satisfeita com o facto de andar a pintar ciclovias, perante o sorriso escarninho dos superiores, e celebrar contratos para estacionamento pago com uma empresa sediada numa off-shore de Câmara de Lobos. O que parece ser importante não é o burlesco da situação mas sim a salvaguarda da ordem estabelecida. É triste mas a verdade é que migalhas também matam a fome.

Enviar um comentário