quarta-feira, 7 de junho de 2017

A mobilidade matosinhense sempre no sentido lato


Nos últimos meses a mobilidade tem sido um festim em Matosinhos, como aconteceu em relação às ciclovias e às respetivas pinturas que um distinto presidente de junta até gozou numa sessão pública, borrifando-se para o facto de o vereador do pelouro integrar o executivo municipal em funções. O caso da Rua Álvaro Castelões, frequentemente congestionada de trânsito, é paradigmático e prova que na Betesga não se pode pensar como o Marquês no Rossio.
E agora algo completamente diferente.  Quanto à fiscalização da polícia municipal, que nada tem a ver com o trânsito, como já corrigiu o Ricardo Santos,  fiquei ontem à 11 e picos da noite esclarecido quanto ao seu papel quando, junto à câmara municipal, um cromo deu 5 rateres na sua moto nas barbas de 3 agentes e seguiu rapidamente sem acender as luzes.

Enviar um comentário