terça-feira, 9 de maio de 2017

Calisto regressa com tapete vermelho



Estamos ainda a mais de 5 meses das autárquicas de 1 de outubro mas os vários candidatos, sobretudo os que já se assumiram como tal, parece que já estão no fim de um verão quente que ainda não começou. O Partido Socialista está empenhadíssimo em recuperar o poder que no fim de contas nunca perdeu. Nos últimos 4 anos apenas aconteceu uma coisa muito simples: alguns socialistas deixaram o socialismo na gaveta e fizeram de conta que eram independentes. Há 4 anos, Luísa Salgueiro, é bom recordar, esteve na lista de António Parada enquanto Henrique Calisto entregou o cartão - ò ato ignóbil! - e apoiou Guilherme Pinto. Volta agora tudo à primeira forma. Penso conhecer razoavelmente o"profe" e não consigo imaginar um grande contentamento nas hostes, sobretudo entre aqueles cuja única qualidade é fazer número e ir na enxurrada. Mas isto é alguém que nunca teve cartão e nunca o devolveu a pensar que pensa. 
Enviar um comentário