quarta-feira, 10 de maio de 2017

A trapalhada do Partido Socialista tem baile marcado para 6.ª feira


Como se pode ler no "Público" de hoje, a questão relativa à posição 2 na lista a apresentar nas autárquicas pelo Partido Socialista está longe de estar resolvida. A estrutura concelhia não aceita que o grupo de independentes indique o vice-presidente e o presidente da assembleia municipal. Falta saber quem é que a concelhia quer para o lugar. Obviamente, mais uma vez a concelhia do PS vai ser atirada para canto e a lista socialista a apresentar terá apenas a chancela da distrital de Manuel Pizarro.


Por esclarecer está ainda quem são os presidentes de junta a indicar pela candidatura liderada por Luísa Salgueiro. Todos os que estão no poder? Bem, não parece, com os dados mais atualizados a apontarem Rodolfo Mesquita como integrante do projeto de Narciso Miranda, o que deixará pouco espaço para Lurdes Queirós, a alternativa já em carteira para a união de freguesias de Lavra, Perafita e Santa Cruz. Quanto a Matosinhos/Leça, se vos dizer que há no PS quem esteja a disputar a posição que aparentemente seria do omnipresente Pedro Sousa, diriam que estou a especular?


Enviar um comentário