quinta-feira, 27 de abril de 2017

Matosinhenses estão a ser alvo de um 'assalto à mão armada'


Ficam emboscados à espera do ataque. São os fiscais das multas de estacionamento, que até já vi com blusões com símbolos da câmara municipal embora se saiba que é uma empresa que trata destes assuntos. Ficou mais fácil estacionar em certos locais de Matosinhos para quem lá vai eventualmente mas ficou muito mais difícil para quem lá reside ou trabalha ou ali vai com muita frequência. Não acho mal que se pague para estacionar no centro das cidades, o que não entendo é que tal proporcione uma verdadeira caça à multa - o que entendo pois é receita para as partes envolvidas! Não basta os impostos que já pagamos e somos agora vítima de uma cilada. É o que está a acontecer em Matosinhos, curiosamente nas barbas de um departamento dirigido por um vereador comunista ( :) ). Veja-se o que aconteceu a este cidadão matosinhense:

- Quero pedir desculpa à Câmara Municipal de Matosinhos por, ao final de um dia de trabalho, não ter conseguido dar a minha corrida semanal ao ritmo que me tinha inicialmente proposto. Nunca pensei que isso me fosse custar mais € 8,60 se não tinha-me esforçado mais um bocado.
Quero também desejar ao fiscal 4209 que ao longo da sua vida tenham para com ele a mesma tolerância que ele teve (deve ter ficado ao lado do carro à espera que passassem as 19h11 para me multar as 19h12). Fica-lhe muito bem assim como à classe profissional que ele representa.
A multa já está paga, não seja por isso que a Câmara não acabe as obras da Rua Serpa Pinto/Heróis de França ou as da EN107 que me obrigar a gastar bem mais do que isso em gasóleo Scuds à mais de um ano.


É isto que acontece quando se entrega o espaço público sem controlo e, sobretudo, sem uma recomendação firme de bom senso. Mas felizmente o vereador José Pedro Rodrigues está atento e acabo de saber que este caso foi apresentado e rapidamente resolvido, com a restituição do valor da multa. Este caso terá mesmo provocado uma alteração do regulamento, que passará a prever uma tolerância de 10 minutos para além do tempo pago de estacionamento. É, na minha opinião, ainda assim uma margem curta. É bom que se regule o estacionamento de forma a facilitar o acesso a zonas comerciais da cidade mas acima de tudo está o cidadão e o respeito pelos impostos que este já paga de forma pesada. Deve também uma câmara municipal fazer tudo para proporcionar parques de estacionamento gratuitos ou low coast, não deixando apenas para os privados o 'negócio'.

Entretanto, fiquei também a saber, pelo vereador do pelouro, que desde meados de março que não há conhecimento de qualquer situação do género e que os oito euros e tal vão baixar para seis euros e pouco, com a alteração no regulamento.

É bom sentir que temos resposta aos nossos alertas. É raro e por isso ainda melhor.
Enviar um comentário