domingo, 8 de setembro de 2013

Seguro, Parada, um beijo e um treco


Meus amigos, tenho a confessar que vivi uma tarde de sábado fantástica: fui ao comício do Parada e aproveitei para comprar meia dúzia de coxinhas na Ferreira.
Mais, sentei-me num banco de jardim do Basílio Teles e ao meu lado sentou-se pouco depois o nosso querido Dux, que andava por ali "discretamente". Gostei de o rever. Está, tal como esperava, em grande forma.
Ainda deu para "morder" o ambiente. Não estava muita gente. Apenas os do costume: o pessoal do aparelho e o povo dos bairros. Matosinhos Sul e Lavra Litoral dispensam este tipo de manifestações artísticas.
Mas gostei. Sobretudo das bailarinas do José Malhoa. E do beijinho ternurento a um Seguro que, se repararem bem, não descolava. Isto pouco depois de ter dado um treco a Parada. Não é fácil ajudar o secretário-geral a subir em ombros!
Pensei que ia encontrar mais gente no comício mas a organização informou que estavam 3500 pessoas. Acho que contaram as pombas, 45 pardais, 4 caniches, os 70 jogadores de sueca habituais e também o franciscano de serviço. Mas tá-se bem.
Só vos digo mais uma coisa: não sabem o que estão a perder.
Não percam, por isso, o próximo comício.
É de borla e muito giro.
Enviar um comentário