sábado, 15 de janeiro de 2011

BENZENO = VENENO



Há uma “relação directa" entre o funcionamento da refinaria e as concentrações” de benzeno na envolvente da Petrogal de Leça da Palmeira, revelam análises levadas a cabo pela refinaria.

Até à data, foram realizadas 5 das 13 campanhas de monitorização, informou esta segunda-feira a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), que alerta para os riscos para a saúde pública e ambiente. O benzeno é altamente cancerígeno.

“Da análise da informação disponível, obtida a partir das campanhas realizadas até 30 de Julho, verifica-se que 10 dos 57 pontos de amostragem apresentaram teores médios de benzeno acima do valor limite legislado“, refere a CCDR-N em comunicado.

“Não foi detectada uma influência significativa das principais vias rodoviárias sobre os teores de benzeno monitorizados, assim como de outras fontes industriais existentes na envolvente”, diz a CCDR-N, que lembra que a avaliação definitiva da situação só acontecerá no segundo trimestre de 2011, altura em que a monitorização estará concluída.

Estes são os primeiros resultados da monitorização a que a Petrogal foi obrigada e que está a fazer desde 27 de Abril.

Estudos anteriores “indiciaram níveis [de benzeno] elevados e crónicos e, portanto, uma situação passível de constituir um problema ambiental e de saúde pública”, mas a metodologia usada nas análises não permitia demonstrar que as emissões ultrapassavam o valor limite anual.

Esses dados levaram à implementação de medidas de melhoria e já estão anunciadas novas medidas para 2011. Porém, lembra a CCDR-N, “só após o conhecimento dos resultados completos e definitivos da campanha de monitorização em curso (…) se poderá concluir pela adequação e suficiência destas medidas de mitigação de emissões difusas de benzeno”.

dos jornais
Estranhamente, ou talvez não, esta notícia que veio a lume (!) no final do ano, entre duas festas, não mereceu qualquer comentário dos responsáveis de Bouças. Não interessa, de facto, mexer no balde da merda. Há muito tempo que sabíamos que a refinaria não está protegida por uma redoma e que os seus gases atingem sobretudo as populações de Leça da Palmeira e de Perafita. Mas também sabemos que a Petrogal "controla" muita coisa e que até se pode orgulhar de ter fotografias dos políticos da terra devidamente equipados e a abençoar a "qualidade ambiental" da mesma. O que é terrível é o regabofe continuar. Talvez um dia apareça por aí um sindicato de advogados a escrutinar os malefícios directos da refinaria na população mas aí já estará o leite derramado. E o benzeno, obviamente.
Enviar um comentário