sábado, 20 de fevereiro de 2010

BLOGUES E POLÍTICA

Com a moderação de Carlos Mouta, falou-se sexta à noite, no Café da Biblioteca, um espaço (bem) renovado, de política e de blogues. A Juventude Socialista convidou alguns bloggers locais, entre os quais o accionista maioritário e único do PdL, para além de Vítor Maganinho, José Modesto, Otília Gradim, Carlos Alberto e Américo Freitas. Esteve presente também uma doutoranda mas que me desculpe pois o nome varreu-se-me. O debate durou um pouco mais de duas horas e nele entrou, de forma veemente, a engenheira Olga Maia, no seu estilo bem característico, para se queixar de alguns bloggers e dos comentários que estes não filtram e que terão atingido a sua pessoa (aparentemente sem lhe causarem mossa). Pode dizer-se que foi uma noite de revelações embora sem grande participação do público. A conversa prolongou-se depois para uma mesa onde já se podia fumar e onde a água não era o elemento líquido dominante e terminou quase às 3 da manhã junto ao espelho de água da biblioteca com o desenvolvimento do palpitante tema "Como seria bom se fossemos todos polígamos". Aviso desde já que se atiraram foguetes mas ninguém se baixou, prudentemente, para apanhar as canas pois o Modesto estava a ameaçar ligar a "Máquina de Furar". Gostei de estar com todos, gostei do espaço, gostei da simpatia dos jovens socialistas, gostei do "Tango" e só não gostei de ver mais gente na plateia porque é nestes momentos, raros, que acontece aquilo a que se chama exercício de cidadania. Obrigado pelo convite e pela consequente catarse.
Enviar um comentário