domingo, 27 de setembro de 2009

EM COMA COM...


JOSÉ SOCAS...


- Finalmente.
- Um dia tinha que ser.
- Agora também não tinhas justificação para recusares esta entrevista, depois de ires ao Gato Fedorento.
- O que um homem tem de fazer para continuar a trabalhar.
- Ou a ter um emprego.
- Não, meus amigo, a trabalhar. Isto de ser primeiro ministro de Curral de Moinas dá muito trabalho, muito trabalho. Eu sei do que estou a falar.
- Bem, os teus assessores parece que têm mesmo muito trabalho para taparem os buracos que se vão descobrindo.
- É o emprego deles. Por isso é que tenho tantos.
- Ouvi dizer que tens um assessor para os pelos do nariz?
- Não confirmo nem desminto.
- E que tens um duplo...- Não preciso, tenho o Silva Pereira.
- Vamos ao que interessa. Em que estavas a pensar quando aceitaste o convite do Ricardo Araújo Pereira, esse grande comuna burguês?
- Estava a pensar na Oprah.
- Ah, gostas de escuras e gordas?
- Não. Estava a pensar nas audiências. Tenho muitos eleitores em Cincinatti.
- Sabes que essa cidade tem o nome de um imperador romano?
- Não sabia.
- Estava a cavar quando foi convocado para o poder.
- Trabalhava?
- Sim, tinha um emprego na sua villa rústica, nos arredores de Roma.
- Esses romanos são loucos!
- Não tanto como parecem. Há piores. Diz-me uma coisa: não tens um certo ar de césar?
- Achas?
- Ficavas bem de toga...
- Também acho mas não tem botões e não podia usar o truque do Berlusconi.
- Não me digas que o comendador nunca te convidou para uma festa...
- Confesso que sim.
- E?
- Foi para a noite das bruxas. Fiquei um mês a cheirar a doce de abóbora.
- Mas valeu a pena?
- Bem, aquilo parecia o paraíso dos mouros.
- Imagino. Tens cá uma sorte...
- Eu? Estás muito enganado. Ando aqui a trabalhar que nem um desalmado para o país e toda a gente me critica, sobretudo aquela gaja dos beiços...
- A Manuela Mouras Guedes?
- Não gosto de falar no nome dela, corro o risco de ter sonhos eróticos.
- Isso é bom.
- A p... não largava o osso.
- Parece que já "deslargou" ou, como diz o outro, já "deslogou".
- Isso não é nada comigo, é com o Silva Pereira e o Santos Silva.
- Ah, percebo. Olha lá, e aquela história de tirares a licenciatura a um domingo?
- Isso é fácil de explicar. O professor tinha feito uma viagem ao Japão e estava a sofrer de jet leg.
- Podias ter contado isso...
- Lá poder, podia, mas na altura não sabia o que queria dizer jet leg.
- Mas não tens um curso de inglês técnico?
- Ter, tenho, não consegui foi encontrá-lo, pois tinha mudado de casa de Sacavém para a rua Castilho.
- E a história dos projectos das casas dos bacalhaus da Guarda?
- Foi uma fase criativa da minha vida.
- Sem dúvida. Gostei daquela varanda com cobertura de telha...
- E não viste tudo, fiz uma cozinha que o Ikea copiou.
- És um tipo muito versátil...
- Versátil é uma palavra bonita.
- E tu és um homem bonito, foste eleito sexy de platina pelo Correio da Manhã?
- Enfim.
- Essas perninhas de alicate é que...
- Vou melhorar iisso, ando a tomar o pequeno almoço dos jogadores do FC Porto.
- Mas não és do Benfica?
- Do Benfica ando a tomar o lanche.
- Tem cuidado que isso mata.
- Sou difícil de matar.
- Eu sei.
Enviar um comentário