sábado, 8 de agosto de 2009

DANÇA DAS CADEIRAS


Para muitos é considerado um jogo. Não tenho duvidas ou ilusões, não é um jogo, é simplesmente uma questão estratégica. Politicamente começou a Dança das Cadeiras… Foram duas, as quintas-feiras que durante este ano tive a oportunidade de assistir a duas AssembleiasGerais Ordinárias na CMM.Fiquei surpreendido com a oposição ali existente, ela de facto não existe, tem pouca expressão!!! Porquê perguntam os nossos leitores? Simplesmente porque a oposição não faz os chamados TC (trabalhos de casa), mas não é só isso, a oposiçãofalta simplesmente à chamada… como é possível!!!.Lembro-me que o Sr. Presidente da Assembleia Geral perguntou à assistência se queriam falar… a assistência, por incrível que pareça, era eu e mais uma senhora que se encontrava na plateia.Tive vontade de falar e perguntar onde param os elementos que as nossas freguesias normalmente elegem…não tive coragem…é um meio para mim ainda desconhecido… Neste período eleitoral podemos constatar que a Dança das Cadeiras começou a causar desconforto em todos os PartidosPolíticos, Direita -Centro-Esquerda, uns são convidados a sair para que outros possam avançar, outros são descartáveis porquese usa e deita-se fora!!! Outros porque se mexem na comunicação social !!! outros porque teimam em ficar apesar da idade seravançada!!!outros porque têm a sede do protagonismo!!!outros porque têm dinheiro!!! É de facto um período terrível, é um período que deixa marcas, fracturas, mossas.Importante é que alguns que nunca participaram em actos de cidadania, agora vêm ao longe a referida cadeira e de umaforma totalmente descontrolada e a uma velocidade perfeitamente exagerada, tentam alcançar a cadeira ou a tentar permanecerna mesma. Eu não tenho dúvidas, eu estou neste momento sentado na minha cadeira e a escrever…


JOSÉ MODESTO
Enviar um comentário