terça-feira, 16 de junho de 2009

TUNES À PATRÃO


Parece que andou toda a gente à trolha e à massa na última reunião da comissão distrital do PS do PS...depois de encerrados os trabalhos. O presidente da junta de Custóias, José Tunes, acusou alguns camaradas de estarem a fazer o jogo de Narciso Miranda e de lhe estarem a pedir favores. Como resposta foi confrontado com um certo tacho mas negou que a filha tenha qualquer vínculo à função pública. Segundo a minha fonte, terá dito que na terra dele não é qualquer f.d.p que recolhia assinaturas para qualquer candidato independente. E foi aí que lhe disseram que não estava a ser democrático. Tunes foi aos arames e despejou uma série de insultos em cima de Orlando Silva, afirmando: "Na minha terra quem manda sou eu".

A terra, se bem estão lembrados, é Custóias. Está perfeitamente apetrechada para corrigir este tipo de exageros.


Falta saber também se foi mesmo assim que tudo aconteceu ou se há outro filme para ver. Esta vendo-a pelo preço que a comprei, ou seja, de borla.


Enviar um comentário