domingo, 3 de maio de 2009

O AVÔ CANTIGAS


Não sei o se passou para o PS mandar o Avô Cantigas para a boca do lobo mau. Pior que uma concentração de comunas proletários só mesmo uma de proletários comunas. E reparem que não estou a falar de higiene, embora pudesse... E o que aconteceu ao douto professor de Direito que derivou da esquerda radical para a esquerda moderada? Bem, parece que levou um encharcado, que lhe puxaram o casaco e que terá sido benzido com um ou outro escarro. Nada de mais. Qualquer árbitro do distrital de futebol sabe que isto são amendoíns. O curioso é que o dito avô Cantinflas, perdão, Cantigas não parou de dar entrevistas enquanto apressava o andamento e que um tal Vítor Gonçalves, rei dos adesivos, aparece sempre a sorrir nas fotografias. Parece-me que quiseram fazer desta descida de Moreira aos Restauradores ou Rossio uma espécie de Marinha Grande. Mas foi muito cedo e ninguém partiu um vidro. Ah, claro, foi um gozo tremendo ver aquele mouro espetar o dedo na cara do professor doutor para lhe dizer que não passa de um urso que esteve a hibernar. Foi brilhante.

Enviar um comentário