sábado, 7 de março de 2009

O ALBERTO e o JOÃO

São de Matosinhos dois dos cinco cronistas de referência deste país: João Pereira Coutinho e Alberto Gonçalves, ambos filhos "de boas famílias" cá da terra. Porém sem ficha partidária. O Alberto e o João não por acaso formam uma espécie de irmandade e começaram a evoluir como cronistas na imprensa matosinhense, o que é mais um motivo de orgulho para as gentes desta terra onde muito pouco de relevante acontece em termos culturais. A par de Ferreira Fernandes, Vasco Pulido Valente e Miguel Sousa Tavares, o Alberto e o João continuam a ser disputados pelos grandes órgãos de comunicação social. O JPC mudou-se agora do "Expresso" para a última página do "Correio da Manhã" - de sexta a domingo - e para a TVI 24 (estreia hoje à noite o seu programa) enquanto o Alberto há um ano se transferiu do "Correio da Manhã" para o "Diário de Notícias", onde é o único cronista que tem uma página (ao domingo), escrevendo também a última página da revista "Sábado", com a qual colabora desde o primeiro número. Tanto um como outro se estão a borrifar para qualquer tipo de reconhecimento da parte da terra onde nasceram e cresceram, o que se lamenta é que quem de direito continue a ignorar esta mais valia, mantendo-o à margem da "programação cultural" do concelho.
Enviar um comentário