terça-feira, 2 de dezembro de 2008

A CARGA PRONTA NOS CONTENTORES

A Câmara de Matosinhos vai colocar 63 contentores em 19 escolas primárias e jardins de infância do concelho. Muitos alunos terão aulas em edifícios pré-fabricados, mas em alguns estabelecimentos cumprirão outras funções.
A maioria dos contentores colmatará a falta de espaço nas actuais instalações das 19 escolas do Ensino Básico do 1º Ciclo (EB1) e jardins de infância para acolher todos os alunos. Servirá, então, como salas de aula e salas para as actividades extra curriculares. Os contentores só chegarão no início de Abril do próximo ano aos estabelecimentos de ensino.
Tendo em vista o fim dos desdobramentos de horários e os trabalhos de alargamento e de requalificação do parque escolar em curso, a Câmara matosinhense aposta em instalações alternativas e amovíveis. Para isso, o Executivo terá de aprovar, hoje à tarde em reunião privada, o lançamento de um concurso público para aluguer dos prefabricados. O contrato será válido entre 1 de Abril do próximo ano e 30 de Junho de 2010. Os espaços, cuja área total vai desde os 15 aos 135 metros quadrados consoante a finalidade, terão ocupações distintas.
No caso das escolas primárias da Quinta de S. Gens, na Senhora da Hora, da Agra, em Leça do Balio, e de Esposade, em Custóias, os contentores não ficarão tanto tempo. Logo que as obras de remodelação e de ampliação terminem, os 12 prefabricados (oito salas de aula, dois refeitórios e dois sanitários) serão retirados.
Dos 63 contentores, 30 acolherão salas de aulas e sete destinam-se a actividades extra-curriculares. Contam-se, ainda, nove edifícios que servirão de refeitórios; 11 para sanitários; três para salas de professores; dois para bibliotecas; e um para portaria.
in JN
Enviar um comentário